Leo Ar
Ser Universitario
 

Ciências moleculares

Resumo do curso

O Curso de Ciências Moleculares, carinhosamente chamado de CCM ou CM, é uma opção de graduação da Universidade de São Paulo voltado para alunos que desejam fazer da pesquisa científica sua atividade profissional. Palavras-chave que o caracterizam são: inter e multidisciplinaridade (com forte pendência para a multi-), e liberdade acadêmica. O curso, sediado no favo 22 da Colméia, foi reconhecido pelo MEC em 16/06/96 e tem como objetivo formar cientistas capazes de trabalhar em áreas interdisciplinares.

O curso não tem vestibular direto e o ingresso é feito por um processo seletivo, realizado no meio do ano (normalmente começo de julho), do qual só podem participar alunos de graduação da USP. É tradicional haver uma palestra de divulgação do curso, o chamado Evento da Fuvest, um mês antes da prova, realizado no prédio da Fuvest. O curso abre 25 vagas anualmente, embora o processo seletivo raramente preencha todas.

Os alunos que forem selecionados e confirmarem interesse terão um trancamento especial de seus cursos de origem (cujo tempo não é adicionado ao prazo de formação) e formarão uma turma.

O curso tem duas fases ou ciclos. Os primeiros dois anos compõem o ciclo básico, quando o aluno tem aulas de Biologia, Física, Matemática, Química e Computação, em período integral, todas elas obrigatórias. A maioria dos cursos é dada no favo 22, com exceção de alguns dados no Instituto de Química, no Instituto de Ciências Biomédicas e no Instituto de Biociências.

Não é permitido pegar equivalência de matérias do básico já cursadas na unidade de origem. A justificativa é que o CCM tem um propósito e enfoque diferente dos demais.

Tampouco é permitido ao aluno no ciclo básico ser reprovado; o aluno que não obtiver a média de aprovação (5,0) em todas as matérias será julgado pela Comissão Coordenadora, correndo o risco de retornar a seu curso de origem (jubilamento). Normalmente também não é permitido o trancamento de disciplinas, sendo necessária a aprovação do pedido pela mesma Comissão Coordenadora. No ciclo avançado o aluno que reprovar numa disciplina deve refazê-la.

Ao terminar o ciclo básico entra-se no ciclo avançado, quando o aluno deve escolher um professor para orientá-lo num projeto de Iniciação Científica e montar o programa para os próximos dois anos escolhendo disciplinas de qualquer unidade da USP.

Para mais detalhes veja Ciclos do CM.


Universidades / Faculdades que oferecem este curso de graduação

Não foram encontradas faculdades para este curso