Leo Ar
Ser Universitario
 

Jornalismo

Untitled Document

Resumo do Curso

Quanto mais democrática é a sociedade, mais o jornalismo adquire papel de relevância social. Jornalismo é produzido por jornalistas. Diferentemente do colunismo especializado que pode requerer, ou não, esta formação. Cabe ressaltar que a decisão do Supremo Tribunal Federal não anula a necessidade do diploma de jornalismo para o exercício da profissão. A decisão aponta para a não obrigatoriedade do diploma de jornalismo para o exercício da função de jornalista. Com efeito, as redações dos diversos veículos de comunicação continuam a contratar jornalistas graduados em jornalismo. Isto porque a função do jornalista ultrapassa os limites da busca e da divulgação de notícias ¿ ele deve aprofundar-se na interpretação dos acontecimentos, na análise de suas causas e conseqüências e na veracidade de suas fontes. O jornalista contemporâneo é multimídia e multifuncional: pesquisa, redige, edita reportagens, escreve crônicas, artigos e comentários e presta assessoria de comunicação e marketing, inclusive no ramo das celebridades. O curso de Jornalismo fornece o manancial necessário para que o aluno seja capaz de desempenhar sua missão como jornalista, com eficiência e eficácia, em meios de comunicação tradicionais e digitais. O egresso estará apto a utilizar todas as técnicas jornalísticas, além de ser formado de maneira a estar atento às transformações socioeconômicas, políticas, culturais e tecnológicas/digitais da sociedade. O curso também estimula o desenvolvimento do empreendedorismo, a fim de que o aluno seja capaz de gerenciar o seu próprio negócio e a sua própria carreira. Para tanto, o curso de Jornalismo oferece todas as condições para uma atuação prática, através das atividades do NUCOM-Núcleo de Comunicação, com projetos de jornalismo, rádio, televisão e outros.

Mercado de Trabalho

Jornais e revistas (impressos ou digitais), televisão, rádio, mercado digital, assessorias de comunicação e marketing de empresas públicas, privadas ou de terceiro setor; agências de notícias em todos os seus departamentos, fotografia, produtoras de áudio e comerciais; fornecedores gráficos e correlatos, produtoras e empresas distribuidoras de conteúdos para as diferentes mídias, incluindo as digitais, assim como nos mercados emergentes da comunicação institucional e nos meios tecnológicos/digitais, como, por exemplo, a internet, a telefonia celular e outros. Há espaço, ainda, para a atuação como profissional liberal.

O bom profissional de jornalismo, deve sempre exigir de si mesmo, senso crítico apurado, boa redação e muitos cursos de aperfeiçoamento. O domínio de pelo menos uma língua estrangeira são essenciais para conseguir emprego. Deve ter uma sólida base social e humanitária e deve gostar de se comunicar, ser curioso e estar sempre disposto a batalhar por uma informação, mesmo que isso custe um fim de semana ou um feriado. Mas é bom ter plena consciência de uma verdade: o jornalista tem uma grande responsabilidade para com a sociedade, seu trabalho inclui a investigação de fatos com forte efeito na vida das pessoas e do país.

O Curso

A grade curricular do curso de jornalismo tem como disciplinas básicas cidadania e legislação, cultura brasileira, estudos da linguagem, história do jornalismo, oficina de textos, teoria da comunicação, teoria do jornalismo, informática aplicada, fotojornalismo, radiojornalismo, telejornalismo, ética em jornalismo, etc. Algumas instituições visam disciplinas voltadas ao trabalho na internet.

Duração média: 4 anos.

Área de Especialização

Assessoria de imprensa, edição, fotojornalismo, reportagem investigativa, web jornalismo, multimídia, etc.

 


Universidades / Faculdades que oferecem este curso de graduação

Solicitar InformaçõesSolicitar informações
+ Cursos superiores
Anhanguera
InstituiçãoFaculdade Anhanguera de Jundiaí
Websitehttp://www.unianhanguera.edu.br
E-mail
Cidade / UFJundiaí / SP
ClassificaçãoParticular