Leo Ar
Ser Universitario
 

Música

Untitled Document

Resumo do Curso

São arte e a técnica de criar melodias combinando ritmos e sons vocais, instrumentais, acústicos ou eletrônicos. Esse bacharel pode compor, reger e interpretar obras eruditas e populares. Como compositor, cria peças e anota-as em partituras para ser executadas por instrumentistas e cantores. Como arranjador, faz versões de uma peça musical. Como maestro, dirige orquestras, bandas, conjuntos instrumentais e vocais. Já como intérprete, pode se especializar na execução de determinado instrumento ou dedicar-se ao canto. Atua em concertos, espetáculos, gravações de trilhas sonoras e de CDs, cria jingles para filmes comerciais e publicitários e dá aulas. Pode trabalhar em estúdios de gravação, produzindo música com aparelhos eletrônicos, ou trabalhar com a sonorização de espetáculos musicais e teatrais. Seja qual for sua área de atuação, é necessário que ele tenha domínio de programas de computação que controlam o registro e a edição de arranjos musicais em equipamentos digitais de reprodução e gravação.

O mercado de trabalho

A educação musical em escolas públicas e particulares é a área que mais tem demandado profissionais de música. Isso porque o Ministério da Educação (MEC) tornou obrigatório lecionar a disciplina no Ensino Fundamental e Médio. A ideia é que as crianças tenham noções básicas de música, canto, ritmos e sons de instrumentos regionais e folclóricos. Ao mesmo tempo, cresce também o número de cursos livres, fazendo com que haja mais vagas para esses profissionais. O mercado em geral para o bacharel também é aquecido, mas ele concorre com músicos autodidatas e outros profissionais da área cultural. "O músico atua na produção cultural, tanto na área artística como na administração e gestão de projetos. Há uma série de editais na iniciativa privada, como Itaú Cultural, Sesc, em casas de cultura e em instituições públicas, como secretarias de Cultura e Funarte, que contemplam o trabalho desse profissional", avalia Paulo de Tarso Camargo Cambraia Salles, coordenador do curso da USP. O bacharel pode atuar como compositor, arranjador, produtor musical, maes tro e intérprete em áreas que vão da regência à produção de jingles e ringtones para o mercado publicitário. Sul e Sudeste são mercados tradicionais, mas há uma migração de projetos e grandes incentivos públicos para o Nordeste. "Temos observado um movimento artístico que está crescendo bastante, com vários festivais de música, teatro, cinema, realizados nessa região", diz o professor Salles.

Salário inicial: R$ 73,50 (aula particular, 1 hora); R$ 362,00 (apresentação ao vivo); R$ 871,50 (acompanhamento de artista nacional em show); fonte: Sindicato dos Músicos Profissionais do Estado do Rio de Janeiro.

O curso

Disciplina diária de estudo e, na maioria das escolas, alguma vivência no campo musical são pré-requisitos básicos para ingressar no curso. O processo de ingresso inclui teste de conhecimentos gerais sobre a área e uma prova de aptidão, nos quais são avaliadas a técnica e a habilidade em Música. A matriz curricular tem disciplinas como história da música e da arte e percepção musical. O bacharelado oferece habilitação em canto, composição, regência e instrumento. A formação para o futuro professor de música é obtida com a licenciatura, que recebe diferentes denominações, como Educação Artística (música), Educação Musical e Música (educação musical).

Duração média: quatro anos para canto, instrumento e licenciatura; seis para composição e regência.

Outros nomes: Artes (mús.); Canto; Comp. e Regência (comp.); Comp. e Regência (regência); Educ. Art. (mús.); Educ. Musical; Instr. (cordas); Instr. (órgão e cravo); Instr. (orquestra); Instr. (teclado com piano); Mús. (canto); Mús. (clarinete); Mús. (comp.); Mús. (contrabaixo elétr.); Mús. (contrabaixo); Mús. (cordas dedilhadas); Mús. (educ. musical); Mús. (flauta doce); Mús. (flauta transversal); Mús. (flauta); Mús. (guitarra); Mús. (instr.); Mús. (percussão); Mús. (piano); Mús. (regência); Mús. (saxofone); Mús. (trombone); Mús. (trompete); Mús. (viola); Mús. (violão); Mús. (violino); Mús. (violoncelo); Mús. e Tecnol.; Mús. Popular (comp. e arranjo); Mús. Popular (execução).

O que você pode fazer

Canto

Atuar em óperas ou recitais e também em gravações. Organizar e fazer a preparação vocal de corais. Composição e arranjo Criar partituras musicais para instrumentistas ou cantores. Elaborar trilhas sonoras de filmes, peças teatrais, CDs-ROM e websites, assim como jingles para filmes publicitários.

Ensino

Dar aulas na pré-escola (Educação Musical), no Ensino Fundamental, Médio e Superior e também em escolas de música.

Instrumento

Tocar um instrumento como solista e em orquestras, bandas ou grupos instrumentais de formações diversas.

Pesquisa

Desenvolver pesquisas acadêmicas e de resgate de cultura na área de música.

Regência

Organizar, ensaiar e dirigir conjuntos, orquestras e corais. Escolher as peças e os intérpretes que irão executá-las. Coordenar ensaios e orientar instrumentistas e cantores.

 


Universidades / Faculdades que oferecem este curso de graduação

Não foram encontradas faculdades para este curso