Leo Ar
Ser Universitario
 

Produção de materiais plásticos (tecnologia)

Resumo do Curso

O Técnico em Materias Plásticos (polímeros) é um profissional habilitado para atuar em empresas e entidades ligadas à transformação de termoplásticos, projeto de moldes, desenvolvimento, preparação e análise de matérias-primas e controle de qualidade. O profissional é habilitado também, para atuar na produção de serviços nos diversos segmentos ligados à indústria do plástico, acompanhando as novas tendências tecnológicas.

O profissional da área de Plásticos (polímeros) deve saber, dentre outras coisas: Selecionar o material plástico mais adequado para uma aplicação em função dos requisitos de desempenho do produto final; Desenvolver formulações de compostos poliméricos para melhorar o desempenho e a processabilidade dos materiais plásticos; Utilizar as principais técnicas experimentais para determinação de propriedades químicas, físico-químicas, mecânicas, térmicas, reológicas, óticas entre outras dos materiais plásticos; Planejar, controlar e supervisionar os processos de fabricação dos materiais plásticos; Atuar junto a áreas de apoio, relacionadas ao processamento dos diferentes materiais plásticos, buscando soluções para eventuais problemas nos equipamentos envolvidos; Desenvolver e controlar os processos de reciclagem de materiais plásticos pré-consumo e pós-consumo; Atuar na gestão dos resíduos da indústria transformadora de plásticos; Implementar técnicas de gestão organizacional, pessoal e da qualidade

Profissional / Mercado de Trabalho

As indústrias petroquímica e siderúrgica são as que mais empregam esse profissional, que, pelo aquecimento da economia nacional, vem encontrando boas oportunidades de trabalho. A Vale é um tradicional empregador. Além disso, a instalação da Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA) no país abre expectativas de emprego para os que já possuem experiência e também para os recém-formados. "O engenheiro é procurado para trabalhar no projeto, desenvolvimento e produção de novos materiais, também para controlar os processos de fabricação e atuar na transformação da matéria-prima mineral", afirma Cláudio Geraldo Schön, coordenador do curso da USP. A área de metais é a que mais recebe investimentos no país e tem a maior demanda por profissionais. A indústria de polímeros também acena com boa expectativa devido ao aumento da produção petrolífera e à possibilidade de criação de novos produtos. No Sul, predomina a indústria cerâmica, com as áreas de pisos, revestimentos e porcelanas. Cecrisa, Eliane, Portinari são tradicionais empregadores nesse ramo. A preocupação com o meio ambiente também incentiva as indústrias a contratar o profissional para o desenvolvimento de tecnologias de reciclagem e reaproveitamento de resíduos, com as quais ele cria produtos que possam ser recolocados no mercado. São Paulo, pelo tamanho do parque industrial, concentra boa parte das vagas. No Rio, a presença da CSA aumenta as oportunidades. Além disso, a região conhecida como Vale do Aço, no leste do estado de Minas Gerais, pode demandar muitos profissionais.


Universidades / Faculdades que oferecem este curso de graduação

Não foram encontradas faculdades para este curso