Leo Ar
Ser Universitario
 

Cursos darão pesos diferentes para as provas do exame

12/10/2015 - 03:01h

Os cursos da USP poderão dar pesos diferentes para a Redação e para cada uma das quatro provas objetivas do Enem na seleção de candidatos. Isso significa que a média em Matemática valerá mais em algumas carreiras do que em outras. Esse modelo já é adotado pelas Universidades federais que ofertam vagas pelo Sisu

A Pró-Reitoria de Graduação da USP informou que os cursos adotarão pesos 1 e 2 para as provas. As notas mínimas serão, na média, de 500 pontos, em mil possíveis no exame. O detalhamento do peso da nota por carreira, segundo a universidade, será divulgado depois da assinatura do termo de adesão ao Sisu com o Ministério da Educação, ainda sem data definida. 

As diferenças nos pesos das provas provocam variações significativas para os candidatos. Em Medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a nota em Redação vale um terço do resultado final, enquanto Matemática corresponde a 11%. Já no mesmo curso da Universidade de Brasília (UnB), a situação praticamente se inverte: Redação vale 8% do resultado final e Matemática equivale a 31%. Em Medicina na Federal de Minas Gerais (UFMG), todas as provas têm peso idêntico. A diferença pode existir até entre cursos iguais ofertados por câmpus diferentes de uma mesma instituição. 

Calibragem. A noção sobre os pesos das notas, de acordo com Professores de cursinho, ajuda a orientar estratégias de preparação e para resolver o exame. Se na carreira pretendida a Redação vale bem mais do que a Matemática, o candidato pode direcionar melhor seus esforços, principalmente nos minutos finais de prova. 

Essa preocupação com os pesos das provas, no entanto, ainda é pouco comum entre os candidatos que já concorrem a vagas pelo Sisu. “A maioria mostra grande desconhecimento sobre como funciona a composição de nota em cada curso”, avalia Paulo Moraes, diretor de ensino do Anglo Vestibulares. 

A USP também disse que não há possibilidade de usar o Enem para compor nota ou como uma das fases do Vestibular.

O ingresso se dará somente pelo resultado do exame ou pelas tradicionais duas etapas da Fuvest. A universidade ainda informará quais os procedimentos específicos para o candidato que for aprovado nas duas provas.


Fonte: Estadão



Mais notícias
Veja todas as noticias