Leo Ar
Ser Universitario
 

Enem passa a ser aceito pela sexta universidade em Portugal

14/10/2015 - 13:00h

Os brasileiros que prestarão o Exame Nacional do Ensino Médio terão mais uma oportunidade de estudar em Portugal. O Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), na cidade de Alentejo, sul do país europeu, anunciou uma parceria com o Instituto Nacional De Estudos E Pesquisas Educacionais (Inep) – é a sexta universidade portuguesa a usar a nota do Enem para selecionar alunos.

A instituição de ensino poderá receber aproximadamente 100 brasileiros. Para se inscrever no processo seletivo, que ocorre anualmente em junho, é necessário pagar uma taxa de 20 euros (o equivalente a R$ 87, na cotação desta terça).

Se aprovados, os estudantes terão mensalidade de mil euros (cerca de R$ 4.350,00). Os que desejarem se hospedar no campus do IPP precisarão desembolsar de 73 a 110 euros mensais (R$ 317 a R$ 478) e terão descontos em alimentação.

Dentre os cursos oferecidos pelo IPP, estão o de equinicultura, sobre técnica na criação e manejo de equinos, de enfermagem veterinária e de tecnologia de produção de biocombustíveis. O instituto também oferece oportunidades nas áreas de educação, saúde, gestão e tecnologia.

Para o presidente do IPP, a parceria motiva o multiculturalismo. “A proximidade em uma comunidade acadêmica de três mil estudantes transforma a convivência e amplia a troca de conhecimento”, afirma Joaquim Mourato.

Outras Universidades em Portugal
Além do IPP, outras cinco universidades já haviam aderido ao uso do Enem. Em 2014, as universidades de Coimbra e de Algarve começaram a usar a nota do exame. Neste ano, o Instituto Politécnico de Leiria (IPL) também anunciou que irá fazer parte do grupo. Além deles, os institutos politécnicos de Beja (IPBeja) e do Porto (IPP) integram a lista.


Fonte: G1



Mais notícias
Veja todas as noticias