Leo Ar
Ser Universitario
 

Sonho de ser um advogado faz "vovô estudante" tentar Enem aos 64 anos

24/08/2015 - 11:00h

Alonso Santos é servidor público e estudante do 3º ano do ensino médio (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
Alonso Santos é servidor público e estudante do 3º ano do ensino médio (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Depois de ficar 32 anos longe da escola, o funcionário público Alonso Santos da Silva participará pela primeira vez do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste ano. O manauense de 64 anos tem uma rotina intensa para conciliar estudos e trabalho. Com o sonho de ingressar em uma universidade e se tornar advogado, o "vovô estudante", como carinhosamente é conhecido pelos colegas de escola, tem frequentado aulões preparatórios do Enem em Manaus.

Na adolescência, Alonso Santos cursou até o 4º ano do Ensino Fundamental. Ele permaneceu longas três décadas sem frequentar a escola.

"Meus pais não tinham condições de me manter na escola. Ficava preocupado com minha mãe e passei a trabalhar vendendo tapioca, bolo e pamonha para levar o dinheiro para minha mãe. Esse foi o motivo que deixei de estudar naquela época", disse.

Em 1969, Alonso fez concurso público e foi aprovado para o cargo de auxiliar de serviços gerais da Secretaria Municipal de Educação (Semed) Manaus. Foi quando ele voltou para a escola, mas dessa vez para atuar nos serviços de limpeza. A convivência no ambiente escolar, segundo ele, o motivou a retomar os estudos 32 anos depois.

Idoso concilia rotina de trabalho e estudos ao longo da semana (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
Idoso concilia rotina de trabalho e estudos
ao longo da semana
(Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

"Percebi quantas oportunidades existem hoje. Os alunos ganham caderno, lápis, livros, merenda, farda. Não poderia continuar trabalhando em uma escola e não estudar. Hoje, temos tantas oportunidades e, por isso, decidi voltar a estudar, e em 2001, concluí o ensino fundamental", contou o idoso.

Desestimulado, o idoso fez uma nova pausa nos estudos logo após ter iniciado o ensino médio. "Eu estudava e desistia. Estudava com jovens, ia na conversa dos colegas e deixava de ir para a escola", comentou Alonso.

Há três anos, o funcionário público voltou para a sala de aula para cursar o Ensino Médio, incentivado por colegas de trabalho da Escola Municipal Francisco Guedes de Queiroz, onde atualmente Alonso é agente de portaria.

"A secretária da escola viu minha letra, achou bonita e disse que iria me matricular. Ela disse que não era para eu desistir de estudar. A secretária deu muita força porque ela quer que eu saia da portaria para trabalhar na secretaria. Com ajuda de Deus voltei a estudar. Agora em 2015 concluo o terceiro ano do Ensino Médio. O incentivo que a secretária e os colegas de trabalho deram foi o que mais me motivou", revelou o estudante.

Desafios
Para Alonso Santos, a maior dificuldade é conciliar a jornada de nove horas de trabalho, as aulas do Ensino Médio e a preparação para as provas do Enem. Mesmo com o cansaço diário, o idoso tem conseguido aproveitar os intervalos de trabalho para ler e fazer exercícios.

Nos fins de semana não há descanso, segundo ele. Alonso frequenta a Escola Estadual José Bernardino Lindoso para acompanhar "aulões" gratuitos oferecidos por meio da Secretaria de Estado da Educação do Amazonas (Seduc).

"O que Professor passa na escola eu faço no intervalo do trabalho. Enquanto não há movimento de entrada e saída de alunos, aproveito para estudar um pouco e fazer tarefa", disse o estreante no Enem. 

Exemplo
A dedicação do idoso tem motivado também outros estudantes, de acordo com o diretor da Escola Estadual José Bernardino Lindoso, Wilson Fonseca. Alonso é considerado um "vovô estudante" dos colegas mais jovens. "Nós estamos vendo o empenho dele. Ele é uma espécie de pai e avô da maioria. O senhor Alonso é um exemplo", disse o gestor.

Enem 2015
A edição de 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá 7.746.057 candidatos, segundo balanço divulgado nesta sexta-feira (31) pelo Instituto Nacional De Estudos E Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O número é 11,2% menor que o da edição de 2014 e quebra uma sequência de recordes registrada desde 2008.

Após o período de inscrições, no início de junho, o Inep afirmou que o total de estudantes pré-inscritos foi de 8.478.096. Mas, de acordo com o órgão, as inscrições ainda estavam sendo processadas. A inscrição, porém, só é considerada confirmada quando o pagamento é feito ou caso o candidato tenha obtido a isenção da taxa.

Com a mudança nas regras, incluindo a possibilidade de perda da isenção, caso o candidato que se inscreva no Enem sem pagar falte à prova, o processo de confirmação das inscrições foi mais lento, e por isso os dados finais só foram divulgados nesta sexta.

As provas ocorrerão em 24 e 25 de outubro.

Alonso sonha em entrar na faculdade (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
Alonso sonha em entrar na Faculdade (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Fonte: G1



Mais notícias
Veja todas as noticias