Leo Ar
Ser Universitario
 

Guia básico para ligar para casa durante o intercâmbio

09/03/2016 - 10:08h

Em tempos de smartphones, tablets, redes sociais e conexão ininterrupta, a comunicação entre países deixou de ser um problema. As fronteiras estão cada vez mais próximas e isso é excelente. Especialmente para quem está embarcando num intercâmbio e já está pensando em como manter contato com o pessoal que fica.

No entanto, mesmo com toda essa quantidade de recursos, a tradicional ligação internacional via telefone fixo continua sendo uma das formas mais buscadas. E também uma das mais caras. Sabendo disso, decidimos reunir algumas das opções proporcionadas pela tecnologia para você manter contato com o Brasil e manter as coisas tranquilas para o seu bolso. Confira:

Skype

Esse é o programa mais popular de comunicação por áudio e vídeo, que se utiliza da tecnologia VoIP. Com ele basta estar conectado à internet para poder usar. O download do programa é gratuito no site oficial – incluindo a versão mobile, para smartphone – e ao criar uma conta você ganha um número Skype para fazer chamadas.

Ligar de Skype para Skype é gratuito, mas as chamadas internacionais têm o preço de ligações locais. Para essas você pode inserir créditos por meio do site. Além disso, existe também a opção de direcionar as ligações para a sua linha local, de forma que seus amigos e parentes possam ligar para você de graça.

Chip local

Outra possibilidade é trocar o seu chip do Brasil por um chip local do país em que você estará. A vantagem dessa modalidade está no fato de que o chip te permite ligar para os números locais e enviar mensagens (inclusive para o Brasil) ao preço da tarifa local, quase sempre mais barata que a das operadoras brasileiras.

Os chips são vendidos em lojas de celular, livrarias e até mesmo bancas de jornal ou nos aeroportos e costumam custar um preço bastante acessível, além de geralmente virem com crédito. O preço cobrado por ligações para o exterior pode variar de acordo com a operadora, de forma que se ligar para casa seus créditos podem acabar mais rápido. E é necessário também pagar uma taxa para receber chamadas internacionais, mais em conta que a do roaming.

Porém, é essencial ter em mente que esse recurso só é possível para celulares desbloqueados. Então, caso o seu celular não seja desbloqueado, lembre-se de entrar em contato com a sua operadora para fazer o desbloqueio do seu aparelho gratuitamente.

Cartão internacional

Similares aos que conhecemos e usamos no Brasil, os cartões telefônicos internacionais podem ser usados de qualquer telefone público no seu destino. Eles funcionam com minutos pré-pagos só para ligações ao exterior e para conseguir contato você liga para o número informado no cartão e informa o número com o qual deseja falar.

O cartão pode ser encontrado em aeroportos e em lojas de conveniência e durante seu uso você vai sendo informado sobre a quantidade de créditos disponíveis. Os preços variam de acordo com o país, mas costumam ser bastante acessíveis.

Roaming

Com o serviço de roaming, mesmo no exterior, o viajante pode tanto fazer quanto receber chamadas e SMS pela sua linha brasileira de celular. Todas as operadoras oferecem o serviço, sobretudo para linhas pós-pagas, basta pedir a liberação. Assim, com o número brasileiro acessível em outro país, você poderá entrar em contato com familiares e amigos no Brasil sem depender de internet ou orelhão, mas apenas do sinal.

No entanto, o serviço é mais caro que os demais, uma vez que as operadoras cobram o roaming por ligações feitas e recebidas. Falar com o Brasil sai, em média, R$10 por minuto, podendo ser mais barato ou mais caro que isso dependendo da sua operadora e do país de onde você estiver falando. Já receber chamadas no exterior pode custar, em média, R$6 o minuto + taxa de deslocamento. O SMS enviado, por sua vez, sai por volta de R$1 cada.

Antes de viajar, uma boa ideia pode ser entrar em contato com a sua operadora e se informar a respeito das tarifas vigentes para os destinos desejados.

Brasil Direto

O serviço permite que o viajante ligue a cobrar para o Brasil de qualquer telefone (fixo, celular ou público) no mundo e o pagamento da ligação só é feito no Brasil, e em reais.

A chamada pode ser efetuada automaticamente pelo usuário, com cartão telefônico ou com a ajuda de um operador, em português ou inglês. O atendimento fica disponível durante 24h, sete dias por semanas. Basta discar o número ou o código de acesso do serviço, sendo que cada país tem o seu código.

As tarifas variam de acordo com o país, dia, horário e tipo de ligação, mas em geral cobra-se o minuto inicial e depois um pequeno valor em centavos a cada 6 segundos. Todas as instruções estão disponíveis no site Guia Brasil Direto.

 


Fonte: Intercâmbio para Brasileiros



Mais notícias
Veja todas as noticias