Leo Ar
Ser Universitario
 

Índia será o 1º emergente a abrir vagas para bolsistas do Brasil

22/03/2012 - 16:00h

Brasil e Índia devem assinar um acordo de cooperação no âmbito do programa Ciência sem Fronteiras, que financia bolsas para estudantes brasileiros em instituições estrangeiras de ensino superior. A parceria será formalizada na visita que a presidente Dilma Rousseff fará à Índia, no dia 29 de março, para participar da quarta reunião dos chefes de Estado do Brics - bloco de países emergentes formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Veja as melhores Universidades para onde o governo mandará alunos

Além da reunião do bloco, Dilma visitará a presidente da Índia, Pratibha Patil, e o primeiro-ministro, Manmohan Singh. "No caso da Índia, é a primeira vez que implementaremos o programa com um país em desenvolvimento - e um país do Brics. Já aprofundamos as discussões e já identificamos as instituições que deverão participar do programa, que estão nas cidades de Nova Delhi, Mumbai e Bangalore", informou a subsecretária-geral de Política do Itamaraty, embaixadora Maria Edileuza Fontenele Reis.

Ainda não está definido o número de estudantes que devem participar do programa com a Índia, mas os bolsistas serão selecionados para estudar em centros de ensino voltados às áreas de ciência e tecnologia, engenharia genética, ciências e tecnologia aeroespacial.

Os dois países também devem assinar acordos nas áreas de meio ambiente, cultura, relações consulares, promoção da igualdade de gênero e tecnologia e inovação.



Fonte: Terra



Mais notícias
Veja todas as noticias