Leo Ar
Ser Universitario
 

Jornal: governo regulariza pagamento a bolsistas no exterior

18/01/2013 - 09:00h

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) colocou em dia o pagamento de ajuda de custo a bolsistas do programa Ciência sem Fronteiras que estudam em cidades consideradas caras no exterior. Depois no atraso no pagamento do benefício, a UEL (University of East London) chegou a oferecer um empréstimo de emergência de 500 libras (R$ 1.631) aos 35 brasileiros matriculados na instituição. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Os estudantes deveriam receber 400 libras (R$ 1.305) para despesas com alimentação, transporte e material didático. A quantia foi prometida pela Capes em agosto, mas até agora o depósito não havia sido feito. A direção da Capes listou como um dos motivos para o atraso a falta de pessoal para atender a demanda gerada pelo Ciência sem Fronteiras. Os pagamentos serão retroativos.



Fonte: Terra



Mais notícias
Veja todas as noticias