Warning: getimagesize(http://www.blog.saude.gov.br/wp-content/uploads/2013/10/vegetarianismo1.jpg): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 404 Not Found in /home/wwwseru/public_html/includes/classes/ImageMigrant.class.php on line 171

Warning: file_get_contents(http://www.blog.saude.gov.br/wp-content/uploads/2013/10/vegetarianismo1.jpg): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 404 Not Found in /home/wwwseru/public_html/includes/classes/ImageMigrant.class.php on line 84
Ser Universitario
 

Warning: getimagesize(http://www.blog.saude.gov.br/wp-content/uploads/2013/10/vegetarianismo1.jpg): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 404 Not Found in /home/wwwseru/public_html/includes/classes/ImageMigrant.class.php on line 171

Warning: file_get_contents(http://www.blog.saude.gov.br/wp-content/uploads/2013/10/vegetarianismo1.jpg): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 404 Not Found in /home/wwwseru/public_html/includes/classes/ImageMigrant.class.php on line 84

Nutricionista explica o que é mito e o que é verdade sobre vegetarianismo

13/11/2013 - 05:12h


Foto: Corbis Images

Seja por gosto ou por motivos humanitários, uma grande parcela da população mundial resolveu abolir a carne de seu cardápio. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), apurados em 2011, 17,5 milhões de brasileiros são vegetarianos. Existem aqueles que não comem carnes e também os que não consomem nenhum alimento de origem animal, como leite e ovos. O assunto ainda suscita muitas dúvidas. Vegetarianos são mais saudáveis? Eles podem sofrer com deficiência de ferro e vitaminas? A nutricionista do Hospital Federal Cardoso Fontes Maria Emília Machado França explica o que é mito e o que é verdade sobre o tema. Confira!

Vegetarianos devem tomar suplementos vitamínicos? Meia verdade.
Se o paciente tiver uma alimentação rica em ferro e vitamina B12, que é o diferencial da carne, não há problema. Verduras, legumes e grãos são importantes. Se a alimentação não estiver equilibrada , sem a carne ele vai ter problemas de saúde. Os vegetarianos restritos, que não comem nenhum tipo de carne, devem complementar a alimentação com vitamina B12. Os ovolactovegetarianos costumam ter menos problemas.

Eles têm menos chances de sofrer de problemas cardíacos? Verdade.
A pessoa que consome muita carne, acaba consumindo muita gordura. Outro detalhe é que quem normalmente consome muita carne tem uma tendência a consumir pouca verdura e pouca fibra, e isso pode causar uma série de problemas de saúde – como os cardíacos e intestinais. Quem segue as regras da dieta vegetariana quase não consome frituras, não consome queijos de nenhum tipo e acaba comendo muitas verduras, grãos, fibras. Aí a probabilidade de ter problemas cardíacos é menor.

A transição de quem come carne para se tornar vegetariano deve ser gradual? Verdade.
Tem que ser gradual, porque o ferro da carne é diferente do ferro do legume. Na carne, você tem um percentual muito maior desse nutriente. Além disso, a absorção é diferente. Se você mudar de um dia para o outro, isso vai causar um baque no organismo muito grande. O ideal é fazer, como usamos no termo clínico, um desmame das proteínas animais (como carne, frango, leite e ovos). Quando o paciente resolve ser um vegetariano restrito, é bom ir tirando isso aos poucos. Existe a opção da soja como fonte de proteína e de outros minerais. Se for uma mudança muito rápida, a pessoa pode começar a desenvolver um quadro anêmico.

Vegetarianos devem ter cuidados especiais ao praticar exercícios físicos? Mito.
Se a pessoa seguir as orientações básicas corretamente e se já estiver há um bom tempo com esse hábito, a prática de exercício físico não é contra-indicada, porque o organismo já vai estar equilibrado. A grande preocupação é com a falta de ferro, que pode levar à anemia e, automaticamente, a uma oxigenação menor. Um dos objetivos do ferro é melhorar a qualidade das hemácias no sangue. Se o vegetariano tem uma alimentação rica e variada, que é o grande segredo da boa nutrição, pode praticar a atividade física sem nenhuma preocupação. Também vale para o vegetariano as regras básicas sobre alimentação: comer de três em três horas e ingerir muito líquido.

*Aproveite! Siga o Ser Universitário no Twitter e no Facebook


Fonte: Larissa Domingues / Agência Saúde


Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias