Ser Universitario
 

Conversa de salão

Professora de Química

Artigo escrito por Cristiana de Barcellos Passinato

Data 01/03/2014

Estava no salão no São Conrado Fashion Mall, onde faço minha unha semanalmente e ali parada esperando a manicure chegar comecei a conversar com uma senhora que me disse ser pedagoga e psicóloga. Estávamos conversando sobre problemas sociais, sobre meu trabalho e o dela. Ela me dizia sobre o trabalho no consultório no Leblon e por sermos as duas envolvidas com algum trabalhos social e com educação acabamos conversando sobre Educação, sobre a favela da Rocinha e outras comunidades.


Falamos de nossas vizinhanças em São Conrado, e eu disse que nós erroneamente nos apropriamos do termo “vizinhos”, pois eles também moram em São Conrado, mas a Rocinha cresceu mais que São Conrado e nós é que somos vizinhos, talvez deles. Ela comentando e comungando da mesma opinião que eu que eles estavam descendo pro “Baixo Rocinha” – parte baixa de São Conrado – e convivendo muito mais conosco e a mistura já era mais aceita.


Ela me falava do seu convívio com os idosos da comunidade que fica perto do Parque da Cidade. De mães de alunos de um projeto de educação no Leblon, de sua inserção no meio de trabalhos sociais. E quando ela ia falando sobre a opinião dela sobre as ONGs, logo percebi sua fala negativa, fomos interrompidas por uma senhora que estava ao lado e comentou uma notícia do jornal da tarde.


Essa se dizia ex-moradora de São Conrado, jornalista, morou anos no condomínio Praia Guinle e disse que tinha o sono leve e “acordava com os passarinhos”, e teve que usar algum recurso de isolamento acústico, pois não aguentava mais o barulho das “motinhas”. É o serviço de moto-táxi da Rocinha. Aliás, qualquer coisa popular a irritava, qualquer manifestação de incômodo aquela nobre e seleta participante da mais alta casta da sociedade deveria ser crime.


O discurso pernóstico da mesma me irritou de tal forma que precisei apressar a moça da unha, pois não aguentava mais de tão nauseada que fiquei. O que me causou espanto é que a mesma senhora que falava comigo tão orgulhosa de ter uma aceitação imensa da mistura de culturas e convívio com os moradores da Rocinha e outros morros, esqueceu tudo, virou para a duquesa que agora morava na Barra, mas especificamente no Itanhangá e começou o papo mulherzinha fútil concordando com todas as histórias e falas preconceituosas daquela mulher.


Fiquei tão indignada e a manicure que, calada ouvia, olhou para mim e disse: “Eu disse para você. Você não levou fé...”


Sim, a manicure me avisou do discurso da senhora, e ela bateu com muito mais conteúdo que as duas ali juntas.


Um dos motivos pelos quais eu detesto salão é isso, é esse ambiente fútil. Como as dondocas me irritam, mas mais que isso, o preconceito me enoja.


Só queria poder falar para aquela senhora que aquela “gente” que ela estava se referindo com uma cara de quem é superior e um discurso cristalizado e mofado tem os mesmos direitos que ela, apesar de não pagar um IPTU tão caro.


Ela estava indignada por não poder frequentar alguns ambientes da Rocinha de graça, por ter de pagar, mas eles poderem usar alguns “bens” dela em compartilhamento e ninguém fazer nada. Pois bem. Bem feito. Gente como essa mulher e muita gente de cabeça pequena precisa é pagar caro.


Que o mundo evolua e as mentes se abram.


Cristiana de Barcellos Passinato

Carioca, professora da rede estadual no RJ e técnica em química da UFRJ


 


Siga o Emprego-YouCan no Facebook


Siga o Ser Universitário!



Integre-se            ao nosso perfil no facebookFacebook 

Nos            siga no TwitterTwitter

Participe de nossa comunidade/perfil no LinkedinLinkedin


 




 

Comentários & opiniões
Comente, participe!


   
Todos os campos são obrigatários, seu e-mail não será exibido!
Comentários que forem considerados ofensivos ou SPAM, 
seráo removidos sem aviso prévio.
0 comentário(s) realizado(s) até o momento


Cristiana de Barcellos Passinato

Cristiana de Barcellos Passinato - Professora de Química

Carioca, Professora Estadual SEEDUC-RJ, Especialista em Políticas Públicas e Projetos em Espaços Escolares, pela Faculdade de Educação da UFRJ e Mestranda em Ensino de Química UFRJ
Outras informações
Desde
44 artigo(s) escrito(s)
41428 acessos em artigos
Lista de artigos de Cristiana de Barcellos Passinato

Lista de artigos de Cristiana de Barcellos Passinato