Ser Universitario
 

Não vai ter copa mesmo?

Professora de Química

Artigo escrito por Cristiana de Barcellos Passinato

Data 01/07/2014

Não vai ter copa mesmo? 

Cristiana Passinato


Foi um tal de “Não vai ter copa”nas ruas e nas redes sociais que eu só ficava observando de longe.


Quis ver até onde iria parar essa onda.

Agora, é um tal de torcer contra a seleção... 

O engraçado que dizem que isso é movimento político, movimento sindical, movimento de greve, denominam de diversas formas.

Não sou contra manifestações e nem protestos, muito pelo contrário, quem é de rua, que vá pra rua e grite e eu dou o maior apoio da minha casa acompanhando e me manifestando da minha forma, mas estava pensando aqui com meus botões.

Esse ano nós trabalhamos?

Para podermos gritar pelas ruas e defender algo precisamos trabalhar e desenvolver também algo dentro das nossas funções.

Vejo muitos companheiros de emprego que sequer deram as caras esse ano. Mas na rua, na balada, botando o bloco na rua, sim.

Sei que há muita gente trabalhadora e séria que está dentro dos movimentos, e esses eu conheço, conto nos dedos e aplaudo de pé, mas a maioria, meus amigos, digo com conhecimento de causa, não é para brigar pela classe, não.

Deram a greve do Estado e Município da Educação como ilegal, e eu voltei. Não tive como me manter, e os meus colegas grevistas que entendam que cada um cuida do seu umbigo mesmo nesse mundo capitalista do individualismo. Eu não agüentaria as sanções, então recuei.

Sou covarde, estou errada? Quem sabe? Talvez! Mas quem paga minhas contas e sustenta minha família? O SEPE? Só rindo. Então não me julguem e nem me olhem torto, pois sei de minhas necessidades e muitos amigos que também estão na mesma que eu e que gostariam de ter direito a fazer greve estão.

Também há as crianças, os alunos que nada viram após a greve e como repor isso? Que tempo nesse ano de copa e eleição, de confusões em todos os lugares e ainda trabalho no Complexo da Maré, local onde sentimos de perto a ocupação da UPP do local.

Temos que gritar, sim, mas de forma mais inteligente. O que se ganhou com a tal greve? O que se conquistou com o tal “Não vai ter copa”? Que teve e todos estão torcendo até os que falaram que iriam torcer contra, estão vendo os jogos do Brasil, dizendo que estão secando, mas no fundo, torcendo por nossos país que, pelo menos nesse quesito, o fuetbol, ainda pode ser considerado o melhor do mundo – apesar de nossa seleção não estar lá essas coisas, ela vai indo aos trancos e barrancos, e quem sabe, por sorte leve essa. (não pela compra da copa, pois nosso país não tem dinheiro pro básico, imagina se vai comprar esse campeonato...)

Se é inevitável, pois já está tendo copa, sim... #VaiBrasil


 

Comentários & opiniões
Comente, participe!


   
Todos os campos são obrigatários, seu e-mail não será exibido!
Comentários que forem considerados ofensivos ou SPAM, 
seráo removidos sem aviso prévio.
0 comentário(s) realizado(s) até o momento


Cristiana de Barcellos Passinato

Cristiana de Barcellos Passinato - Professora de Química

Carioca, Professora Estadual SEEDUC-RJ, Especialista em Políticas Públicas e Projetos em Espaços Escolares, pela Faculdade de Educação da UFRJ e Mestranda em Ensino de Química UFRJ
Outras informações
Desde
44 artigo(s) escrito(s)
41377 acessos em artigos
Lista de artigos de Cristiana de Barcellos Passinato

Lista de artigos de Cristiana de Barcellos Passinato