Enem Unip
Ser Universitario
 
STONE
 

Atelier de Xilogravura da FESO Pro Arte

expõe “Tempo e Memória”

07/08/2012 - 11:09h

“Num certo dia de 2012 foi colocada no Atelier de Xilogravura do Centro Cultural FESO Pro Arte (CCFP) uma mesa de trabalho. Longa, em pinho de riga, com duas tábuas formando o tampo, tendo três pés em "x". Mais uma bancada de trabalho. Um dia duas das artistas resolveram limpar a mesa para poder usá-la como apoio às peças em produção...”. Assim surgiu a ideia da exposição “Tempo e Memória”, que teve sua pré-abertura no sábado, dia 4 de agosto, com a participação dos artistas Aurora Bicalho, Carl Renzi, Horácio Coelho, Marina Didonet, Neuza Kenup e Rivka Elyaoglu e Dirceu Weber, coordenador da atividade no Atelier.

Dirceu conta que em uma das muitas tardes no Atelier percebeu que a mesa tinha muita história para contar. “Como bancada, a mesa recebeu muitos artistas e aprendizes que passaram pelo Centro Cultural. Cada traço, cada risco que ela apresenta é a intervenção de um artista que nela trabalhou. Muitas marcas foram deixadas involuntariamente, outras são propositais”, lembrou o professor. “Surgiu então a ideia: trabalhar a memória da mesa”, completou.

O primeiro passo foi terminar a limpeza do objeto e, então, registrar em uma grande tira de papel a impressão do tampo. Em seguida, ela foi dividida conforme o número de artistas e os lotes sorteados. “Dentro da ideia ‘Tempo e Memória’ cada artista trabalhou seu lote. Na exposição o público pode ver a mesa em seu estado anterior e atual, trabalhada como matriz, e as gravuras geradas nesta empreitada”, ressaltou Dirceu.

 Aprovado pelo público, o trabalho final arrancou elogios da também artista Flora Cohen, que foi prestigiar a pé-abertura. “A ideia é super original e profunda. É incrível como nós artistas conseguimos ver arte em tudo. Gosto muito dessa mistura de coisas, como a ‘técnica mista’, as cores, o preto no fundo realçando-as. Me emocionou, e se isso aconteceu é porque está bonito. Afinal de contas, quando passa sentimento é porque funcionou”, elogiou Flora, convidando o público para a abertura da sua exposição “Fios e Tramas da Natureza” que acontece no dia 31 de agosto, também na Galeria do Centro Cultural FESO Pro Arte. “Trabalho com a arte têxtil. Uso linhas, fios, elementos da natureza como folhas, galhos, cipós, tecidos, reciclagens. Tudo com muita cor. Vou andando pelas ruas e catando o que me chama a atenção. Quando a ideia vem, eu junto com os fios”, conta a artista.

 A abertura oficial da exposição “Tempo e Memória” acontece no sábado, dia 11 de agosto, na Galeria do Centro Cultural FESO Pro Arte (Rua Gonçalo de Castro, 85 – Alto), às 19h. A exposição acontece de segunda a sexta, das 14h às 19h. Logo em seguida, Duo de Violões com Jorge Péculas e Geremias Cruz. A entrada é gratuita.

Galeria do Centro Cultural FESO Pro Arte

 

Galeria do Centro Cultural FESO Pro Arte

 


Fonte: Unifeso
Tags:
Visa dia dos Pais