IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE
 

Como encontrar os melhores grupos no LinkedIn

Para profissionais de TI

29/08/2011 - 13:55h

Logan Kugler, Computerworld/EUA Enquanto o Facebook e o Google + dominam as manchetes, atualmente, a rede social LinkedIn tem consolidado a imagem de local mais apropriado para os profissionais, onde podem conhecer outros profissionais, conversar e trocar informações. Ações em grande parte impulsionadas pelas comunidades formadas em torno de interesses comuns, objetivos ou experiências de trabalho. Participando de um grupo LinkedIn é fácil manter-se atualizado com as tendências do setor, fazer contatos valiosos e tornar-se uma referência em sua área de atuação. Mas, por onde começar? Há mais de 16 mil comunidade relacionados à TI no LinkedIn. Percorrer todas na esperança de tentar encontrar aquelas que valem a pena participar seria uma tarefa inglória. Não só existem grupos que se especializam em áreas específicas de TI _ de hardware, aplicativos, rede, segurança, etc _ como grupos com estilos diferentes que podem ou não ser realmente úteis. Alguns grupos são estritamente comerciais, outros mais freewheeling onde os participantes compartilham informações pessoais, pródigos em discussões off-topic. Muitos concentram um fluxo constante de postagens com comentários ricos, enquanto outros têm menos discussões. Nem todos os grupos serão ideais para todas as pessoas, mas essa é a beleza de tudo isso – um vasto leque de opções para escolher. Difícil não encontrar algo que satisfaça suas necessidades. Com tudo isso em mente, procurei alguns profissionais para que indicasse, grupos frequentados por eles. Da amostra, retirei cinco exemplos de grupos de alto calibre no LinkedIn, destinados a uma ampla gama de profissionais de TI e que abrangem diversos tópicos como segurança na nuvem e convergência, tecnologia sem fio, etc. Todos orientados por profissionais, bem moderados e livres de spam, que por vezes podem manter os usuários afastados. Eles estão indicados no fim deste texto. Mas primeiro, antes de conhecê-los, confira algumas dicas de como identificar os grupos do LinkedIn mais indicados para você. Encontrando grupos dignos de sua participação Ao escolher os grupos LinkedIn para participar, os especialistas aconselham que você tenha antes uma estratégia sólida, passe algum tempo “à espreita” para ver como os fluxo de informações acontece, e siga algumas diretrizes de melhores práticas bastante simples. Em primeiro lugar, identifique o que você espera ganhar com a participação em um grupo. Por exemplo: “Eu gostaria de encontrar uma boa fonte de informações sobre como solucionar questões relacionadas com o Windows”, ou “eu gostaria de saber mais sobre aplicações HTML5?. Seus objetivos irão ajudá-lo a definir o escopo e reduzir a quantidade de opções disponíveis para analisar, além de orientar o tipo de mensagens que você vai trocar durante a sua participação nesses grupos. “Você deve saber que experiência quer ter e com que pessoas quer falar”, diz Wayne Breitbarth, autor do livro “The Power Formula for LinkedIn Success” (Greenleaf Book Group Press, 2011). “Se você tem um processo bem definido para compartilhar informações nos grupos nos quais participa e suas atualizações são consistentes com a sua marca e seu nicho, maiores são as chances das pessoas passarem a ver você como um perito com o passar do tempo.” Uma vez que você tenha uma ideia de seus objetivos, existem três principais formas de encontrar um grupo, diz Jan Vermeiren, fundador da rede de treinamento técnico de consultoria e autor do livro “How to REALLY use LinkedIn” (BookSurge Publishing, 2009). 1 – Procurar no Diretório de grupos No topo da página inicial LinkedIn, clique no menu Grupos, em seguida, digite um termo de pesquisa relacionado ao conteúdo desejado. Você obterá uma lista de grupos, ordenados da maior para a menor quantidade de participantes. A busca de temas de interesse no diretório de grupos é um bom primeiro passo para encontrar grupos relevantes no LinkedIn. A busca muito genérica pode gerar resultados demais. “Infelizmente”, explica Vermeiren, “não há pesquisa avançada para grupos, o que pode tornar a tarefa um desafio”. Minha busca por “IT security”, por exemplo, trouxe mais de 7 mil resultados. Por isso, procure estreitar seu termo de pesquisa tanto quanto possível. A lista que você vai obter fornece algumas informações gerais sobre cada grupo e seus membros para que você possa começar a avaliar se estão ou não alinhados com seus objetivos. 2 – Grupos semelhantes Uma vez que você começar a juntar os grupos, o próprio LinkedIn começará a sugerir outros grupos que você poderia estar interessado em conhecer. 3 – Grupos nos quais outros profissionais participam Você pode já estar familiarizado com alguns líderes em suas áreas de interesse e, ao começar a participar de alguns grupos, identificar pessoas com conhecimentos específicos e sólidos. É normal querer saber que outros grupos eles frequentam. Você pode descobrir indo no perfil da pessoa, onde é possível encontrar uma lista de grupos a que ele ou ela pertence. Por exemplo, Miles Jennings é o moderador do grupo CIO Network. No Brasil, Murilo Martino é o administrador do grupo CIO Forum Brasil. No perfil de cada um delesvocê encontrará uma série de grupos dos quais participam. Confira a matéria completa no Impacta
Tags:
STONE EMPREENDEDOR