Enem Unip
Ser Universitario
 
STONE
 

Estudantes de Medicina do UNIFESO

desenvolvem projeto no Sítio Assunção

19/02/2014 - 09:42h


Foto Estudantes Medicina UNIFESO

A inserção dos estudantes de Medicina do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) em cenários de prática desde o primeiro período, numa convivência direta com a comunidade, despertou nos acadêmicos o interesse em colaborar com a sociedade com iniciativas que vão muito além do exigido em currículo. Ao sentir a necessidade de promover melhoria das condições de vida e de saúde em localidades de Teresópolis, um grupo desenvolveu o projeto “Assunção: responsabilizando e cuidando das famílias, crianças e adolescentes moradoras da área de cobertura da UBSF Sítio Assunção – Teresópolis – RJ”. 

A pesquisa integra o Programa de Iniciação Científica, Pesquisa e Extensão (PICPE) dentro da linha de pesquisa “Saúde da mulher e da criança: aspectos clínicos, biológicos e socioculturais”. É coordenada pelo professor Wagner de Oliveira Rodrigues, com a participação dos estudantes Pedro Henrique Martins de Oliveira, Renata Cochinski, João Pedro Nascimento Carvalho, Ana Clara Cruz Campanati, Catarina Feistauer Gomes, Flávia Araújo Azevedo; e voltada às famílias e crianças que residem nas áreas do Quebra Frascos, Jardim Serrano e Caleme. 

“A tragédia de janeiro de 2011 afetou os moradores destas localidades e trouxe marcas na vida de crianças e adolescentes, que tiveram seus lares atingidos e perderam amigos e parentes. A nossa proposta é reconstruir os pilares da cidadania para eles, a partir do desenvolvimento de ações que promovam a responsabilidade de todos na melhoria da qualidade de vida e de saúde”, explicou o estudante João Pedro Carvalho, do 4º período. Junto ao colega Pedro Henrique de Oliveira ele vai expor o trabalho em dois grandes eventos sobre o Sistema Único de Saúde (SUS).

Apresentação em Congressos
A dupla embarca em março para Brasília levando a pesquisa para a IV Mostra Nacional de Experiências em Atenção Básica/Saúde da Família, marcada do dia 12 ao dia 15. O evento valoriza as experiências cotidianas e estimula o protagonismo local dos milhares de trabalhadores, gestores e usuários da Atenção Básica do Brasil. 

A contribuição dos estudantes para com a sociedade também será apresentada no 11º Congresso da Rede Unida, um evento de abrangência internacional a ser realizado em Fortaleza de 10 a 13 de abril, com o tema central: “Girar Vida, Políticas e Existências: a delicadeza da Educação e do Trabalho no cotidiano do SUS”. O encontro visa contribuir com os processos de mudança na formação e desenvolvimento de profissionais da área da saúde, bem como na transformação do modelo de atenção à saúde e na busca da consolidação do Sistema Único de Saúde em seus princípios e diretrizes. 

Trabalho da Liga selecionado
Pedro Henrique tem ainda um compromisso no congresso da Rede Unida: relatar o seu trabalho à frente da Liga de Medicina de Família e Comunidade de Teresópolis. Como presidente e fundador da Liga, ele foi convidado pelo Ministério da Saúde para participar da “Renovação da política nacional de promoção e prevenção de doenças crônicas não transmissíveis”, que vai acontecer na mesma época da mostra. “A partir do trabalho que iniciamos no Sítio Assunção, fiz a proposta para que estudantes aproveitem mais os espaços e momentos oportunizados durante a prática da graduação. Daí vi a necessidade de criar a liga, que tem como padrinho o professor Celmo Celeno Porto e vai completar um ano com muitas atividades e grande participação. Só no primeiro evento contamos com cerca de 250 pessoas”, contou Pedro, que já tem convites da “Associação das Ligas Acadêmicas de Medicina de Família e Comunidade” e da “Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade” para se associar.

Siga o Emprego-YouCan no Facebook

Siga o Ser Universitário!

Integre-se            ao nosso perfil no facebookFacebook 
Nos            siga no TwitterTwitter
Participe de nossa comunidade/perfil no LinkedinLinkedin

 

 


Fonte: Unifeso
Tags:
Visa dia dos Pais