Enem Unip
Ser Universitario
 
STONE
 

Ex-aluno do UNIFESO apresenta

trabalho de Geoprocessamento na Califórnia

04/08/2014 - 21:42h


Professor do UNIFESO José Roberto Andrade e o ex-aluno Sérgio Dorneles em um dos maiores encontros mundiais da área de Tecnologias em Geoprocessamento

Presentes em um dos maiores encontros mundiais da área de Tecnologias em Geoprocessamento, o ESRI International User Conference, Sérgio Dorneles e José Roberto de Castro Andrade, respectivamente egresso e professor do curso de Ciência da Computação do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), levaram uma importante pesquisa desenvolvida no Laboratório de Projetos e Prototipagem (LPP) do UNIFESO para o evento, realizado de 14 a 18 de julho, em San Diego, Califórnia (EUA).

A apresentação aconteceu no último dia do evento, na forma de comunicação oral dentro da sessão “Advanced Imagery Dissemination through Web Services”. A pesquisa intitulada “The Use of Image Analysis to Understand Brazil's Worst Natural Disaster” (“O uso da análise de imagens para entender o pior desastre natural do Brasil”) é resultado do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Sérgio, orientado pelo professor José Roberto e defendido no fim de 2013.

 “A apresentação foi um sucesso, pudemos ter novas ideias para a continuação do trabalho e também para pesquisas futuras, tivemos a oportunidade de conversar com pessoas de diversas áreas e recebemos um bom feedback sobre nossa pesquisa. Vimos que não estamos atrás de outras instituições do exterior com trabalhos semelhantes, e isso nos deixou bastante orgulhosos”, analisou Sérgio, adiantando que “a proposta agora é continuar o trabalho no Laboratório do UNIFESO, mesmo depois de graduado, nem que seja como consultor de outros projetos desenvolvidos por alunos do curso de Ciência da Computação”.

Sérgio contou ainda que durante o congresso ele e o professor José Roberto observaram novas versões dos softwares utilizadas no laboratório, com novas funcionalidades que poderão ser empregadas em pesquisas, principalmente nas áreas de 3D e Realidade Virtual. “Parece que esta é a nova tendência para os mapas: a terceira dimensão. O bom é que isso abre mercado para diversas áreas: cartografia, engenharia ambiental, geografia, entre outras, além da própria ciência da computação”, constatou.

Tecnologia 3D interativa 

Segundo o professor José Roberto, o trabalho apresentado nos EUA utiliza tecnologia e ferramentas de software para visualização 3D interativa, possibilitando uma análise comparativa de algumas áreas do município nos arredores do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis, entre 2010 e 2011. “Na análise foram utilizadas fotografias do satélite Landsat 5 com resolução de 30 metros obtidas antes e depois da tragédia de janeiro de 2011, podendo ser observado o efeito das chuvas sobre o terreno em áreas onde ocorreram deslizamentos e inundações”, explicou. Ainda de acordo com o professor, para a visualização 3D interativa foi usado um aplicativo Web desenvolvido pela Environmental Systems Research Institute (ESRI), que permite que os resultados possam ser disponibilizados futuramente num servidor para divulgação na internet.

Alta tecnologia em Laboratório do UNIFESO 

Funcionando desde 2013, o LPP desenvolve atividades relacionadas à prototipagem, contando com uma impressora 3D que está em fase de testes, além de ser utilizado para disciplinas eletivas como “Prototipagem Virtual” e “Modelagem Gráfica e Animação” do curso de Ciência da Computação e ainda na criação de protótipos. Como novidade oferece atividades relacionadas ao Sistema de Informações Geográficas (SIG) e ao Geoprocessamento, muito utilizadas atualmente no desenvolvimento de importantes trabalhos institucionais de avaliação, conservação e planejamento ambiental.


Fonte: Unifeso
Tags:
Visa dia dos Pais