Enem Unip
Ser Universitario
 
STONE
 

Fusões e aquisições

aumentam demanda por profissionais de TI

24/01/2012 - 08:25h

O Brasil apresenta crescimento no mercado de fusões e aquisições. No terceiro trimestre de 2011, estas movimentações alcançaram a marca de R$ 23,3 bilhões, de acordo com a Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais). Nas negociações realizadas no primeiro semestre de 2011, os segmentos de Tecnologia da Informação e Telecomunicações respondem por 45,3%. Por conta deste cenário em desenvolvimento, a procura por especialistas da área de TI com visão de negócios está em alta no país, principalmente, os que desempenham funções como arquitetos de soluções e sistemas com arquitetura orientados a serviços, mobilidade e integrações. Estes profissionais têm de promover a reorganização da arquitetura da tecnologia das empresas e sistemas para aumentar a disponibilidade de informações e prestação de serviços, com foco no momento da fusão ou aquisição. “Para aqueles que desejam se inserir nesta área e aproveitar o boom do setor é preciso aperfeiçoar seus conhecimentos sobre modelos de integração, muito valorizado por empresas de ponta”, alerta André Assef, sócio-diretor da Desix, empresa especializada em headhunting de profissionais de TI. As principais qualificações exigidas do profissional estão relacionadas a conhecimentos sobre segmentos específicos de negócios, arquiteturas de soluções e protocolos, além de conhecer as principais plataformas e produtos de grandes fabricantes como Oracle, IBM e Microsoft, SAP, gestão de pessoas e processos, vivência em projetos de alcance internacional e fluência em inglês e espanhol. Quando ocorrem os processos de fusões e aquisições as dificuldades mais encontradas são na integração de equipes, dos processos e sistemas. “Outro ponto que requer muita atenção das empresas são as pessoas. Os profissionais que se sentem ameaçados buscam novas oportunidades, levando consigo o histórico e conhecimentos adquiridos ao longo da sua carreira na empresa, trazendo a perda de capital intelectual da organização”, finaliza Assef.

Fonte: Impacta
Tags:
Visa dia dos Pais