Enem Unip
Ser Universitario
 
STONE
 

Público prestigia Exposição e Duo de Violões

no Centro Cultural FESO Pro Arte

13/08/2012 - 15:36h

A noite do último sábado, 11 de agosto, foi repleta de cultura para quem visitou o Centro Cultural FESO Pro Arte (CCFP). O público pôde conferir de perto a exposição “Tempo e Memória”, com artistas do Atelier de Xilogravura, e a apresentação de Duo de Violões, com os músicos Jorge Péculas e Geremias Cruz. “Mais uma vez o Centro Cultural ofereceu um programa de qualidade para Teresópolis”, observou o professor Jorge Bragança, coordenador do CCFP.

A assessora do Centro Cultural, Tamine Elmôr, destacou o compromisso que o Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), através da Pro Arte, tem com a cultura e com Teresópolis em manter a proposta da antiga Fundação Comendador Theodor Heuberger. “Somos um dos poucos Centros Universitários a ter um Centro Cultural com portas abertas à sociedade, oferecendo cursos e apresentações de qualidade”, ressaltou Tamine.

Duo de Violões arranca aplausos

Músicas de Ernesto Nazareth, Tom Jobim, Agustín Barrios, Dilermando Reis, Isaac Albéniz e Fernando Sor embalaram o Duo de Violões. “Uma oportunidade rara em Teresópolis podermos tocar para este público maravilhoso”, afirmou Jorge Péculas, violonista licenciado pela Universidade Candido Mendes (UCAM). “Me sinto honrado de tocar aqui porque esta Casa tem uma linda história. Por aqui já passaram grandes músicos, profissionais exemplares”, destacou Geremias, violonista licenciado pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

O público aprovou o repertório, que contou com “Brejeiro”, “Eu Sei Que Vou Te Amar”, “Magoado”, “Cadiz”, “Andantino”, entre outros. Frequentadora assídua do Centro Cultural, Maria Cristina Oliveira prestigiou as atrações do sábado. “Recebo o UNIFESO Clipping toda semana e me mantenho sempre informada do que vai acontecer no Centro Cultural. Como moro aqui perto posso vir sozinha, com amigas, é sempre um ótimo programa”, revelou.

 Exposição aberta até dia 27

Além da presença do público, a abertura oficial da exposição “Tempo e Memória” também contou com a participação dos responsáveis pela obra, os artistas do Atelier de Xilogravura Aurora Bicalho, Carl Renzi, Horácio Coelho, Marina Didonet, Neuza Kenup e Rivka Elyaoglu e Dirceu Weber.

A exposição retrata uma mesa de trabalho, por um tempo esquecida no Centro Cultural. “Como bancada, a mesa recebeu muitos artistas e aprendizes que passaram por aqui. Cada traço, cada risco que ela apresenta é a intervenção de um artista que nela trabalhou. Muitas marcas foram deixadas involuntariamente, outras são propositais”, lembrou o professor. “Surgiu então a ideia: trabalhar a memória da mesa”, completou.

O primeiro passo foi terminar a limpeza do objeto e, então, registrar em uma grande tira de papel a impressão do tampo. Em seguida, ela foi dividida conforme o número de artistas e os lotes sorteados. “Dentro da ideia ‘Tempo e Memória’ cada artista trabalhou seu lote. Na exposição o público pode ver a mesa em seu estado anterior e atual, trabalhada como matriz, e as gravuras geradas nesta empreitada”, ressaltou Dirceu.

A exposição fica aberta ao público de segunda a sexta, das 14h às 19h, até o dia 27 de agosto. A entrada é gratuita.

Exposição e Duo de Violões no Centro Cultural FESO Pro Arte

Exposição e Duo de Violões no Centro Cultural FESO Pro Arte


Fonte: Unifeso
Tags:
Visa dia dos Pais