IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

Não é porque as coisas são assim que elas precisam de ser assim.

08/08/2016 - 13:05h

Não é porque as coisas são assim que elas precisam de ser assim.


Muitos já conhecem a lenda da águia – a ave que, entre os animais da sua espécie é a que mais vive, porém, quando chega aos quarenta anos, precisa tomar uma decisão significativa. Nesse momento, as unhas dos pés crescem tanto que dificultam a caça; o bico, pelo tamanho exagerado impede-a de bicar os alimentos; já as penas envelhecem, de tal forma que não podem mais voar alto.

Em razão de tantos entraves, a águia é obrigada a uma decisão: passar por um processo doloroso de renovação...ou morrer!

A primeira opção consiste em voar para o alto de uma montanha e se recolher em um ninho construído próximo a um paredão, de forma que não necessite voar. Após encontrar esse lugar, a águia começa a bater com o bico em uma parede até conseguir arracá-lo. Quando o novo bico nasce, utiliza-o para arrancar suas unhas. Assim que as novas estão suficientemente fortes, passa a arrancar as velhas penas. Somente depois desse doloroso processo de transformação a águia realiza um formoso vôo de renovação e se mostra pronta para viver mais trinta anos.

Às vezes, renovar-se significa passar por um trabalho longo, solitário e doloroso de “arrancar” o que, durante a vida, tornou-se velho, enferrujado, desgastado pelo tempo e pesado.

Em síntese, é preciso ter a coragem de livrar-se daquilo que dificulta o vôo alto e a vida com qualidade. A escolha é nossa. O universo sempre nos favorece. A situação descrita sobre a águia pode ser apenas uma lenda, sem embasamento científico, mas é um conselho bíblico: “É Ele quem sacia teus anos de bens e, como a da águia, tua juventude se renova”(S1 102(103)5). Deus quer que voemos alto como águias: “Os que põem a sua esperança em Deus renovam as suas forças, abrem as asas como águias, correm e não se cansam”(cf. Is 40,31).


Fonte: Pe. Reginaldo Manzotti em Feridas da Alma

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias