IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

Especialista dá dicas para escapar do "branco" na hora do vestibular

19/10/2015 - 03:01h

Um dos grandes temores dos vestibulandos é o "branco" na hora da prova. Após meses de estudo, a memória pode falhar naquele momento crucial. No entanto, isso não é motivo para pânico. Segundo o neurocoach Marcelo Vial, da Fellipelli Consultoria, esta situação pode ser contornada.

Vial explica que o "branco" é uma resposta do sistema límbico, que é responsável por processar as emoções e produzir as reações. "É algo que a pessoa não controla, simplesmente acontece", afirma.

No entanto, esse bloqueio do conteúdo na hora da prova é temporário e pode ser contornado. Ou seja, se deu "branco" na hora da prova, relaxe! Você é capaz de relembrar a matéria. Vial explica que o melhor a fazer é abaixar a caneta, respirar e tentar sair da situação de nervosismo, relembrando de um momento bom, por exemplo. Ou ir para outra questão e depois voltar.

"Sem dúvida nenhuma, quem está fazendo a prova, fez a preparação antes disso e tem condições de resgatar o aprendizado. Tente se lembrar de alguma coisa boa no processo de estudo. Algo que tenha um resultado emocional bom. Você pode imaginar o resultado positivo daquela prova e focar na visão", afirma.

Segundo ele, o cérebro reage aos estímulos sociais da mesma maneira que aos estímulos físicos. Portanto, se você pensar a prova como uma ameaça, a parte do seu cérebro que cuida das situações de risco será estimulada, criando efeitos indesejados, como o "branco".

Organize suas anotações

Outra estratégia para não esquecer do conteúdo na hora da prova, é organizar as suas anotações de uma maneira que o ajude a memorizar. Entre os métodos de organização, estão os esquemas gráficos, resumos em tópicos e mapas mentais.

Com os esquemas gráficos, você pode estruturar o conteúdo em palavras-chave e usar setas para relacionar os diferentes assuntos. Já nos resumos em tópicos, você pode fazer a linha de raciocínio de uma disciplina por meio de itens que resumem o conteúdo. Os mapas mentais quebram as informações em partes, facilitando a memorização.

Vial explica que é importante o vestibulando tentar estes métodos, até encontrar aquele que funciona melhor. "O estudante tem de entender qual mecanismo é melhor para ele, não adianta uma pessoa chegar de fora e dar ordens. Algumas pessoas são mais visuais, outras gostam de leitura", conta.

Antes da prova...

Para evitar todos estes imprevistos, Vial explica que é necessário um preparo emocional do vestibulando antes da prova. "É importante que o estudante contextualize o momento de vida dele. Ele pode ressignificar a prova como uma grande oportunidade e não como uma ameaça. Isso é só uma etapa para uma coisa maior que ele vai fazer lá na frente. É literalmente um processo: não é o fim, é o meio", afirma.

Outro ponto importante é respeitar seu limite. Você deve dormir bem e tirar alguns momentos de descanso. "Você pode praticar esportes, ver os amigos ou até ir ao cinema. A pessoa deve descobrir qual alternativa é melhor para ela", explica. 


Fonte: Uol

STONE EMPREENDEDOR


Mais notícias
Veja todas as noticias