Enem Unip
Ser Universitario
 
STONE

1º lugar em engenharia aeronáutica na USP passa ainda em física e medicina

05/02/2015 - 04:01h

Marcos De Luca comemora aprovações (Foto: Marcos S. De Luca/Arquivo Pessoal)
Marcos De Luca comemora aprovações
(Foto: Marcos De Luca/Arquivo Pessoal)

O esforço foi grande, mas a recompensa veio multiplicada. Além de colecionar medalhas em várias olimpíadas, o estudante de uma escola estadual de Piracicaba (SP) Marcos Silva De Luca, de 17 anos, também reúne aprovações nos vestibulares mais concorridos do país. Ele conquistou o primeiro lugar no curso de engenharia aeronáutica da Universidade de São Paulo (USP), sua opção de carreira, e em outras quatro instituições públicas de ensino superior, para as áreas de medicina, física e engenharia. "Fiquei surpreso com o resultado e extremamente feliz", comemora.

Luca começou 2015 com a notícia de que havia sido aprovado em engenharia civil na Universidade Estadual Paulista (Unesp), em física na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e em medicina na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

O jovem nunca frequentou cursos preparatórios e fez da falta de tempo uma aliada. Ele conciliava as aulas do ensino médio na Etec Cel. Fernando Febeliano da Costa no período da manhã com as do curso técnico em mecânica do campus de Piracicaba do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) à noite.

Apesar de intensificar a rotina de estudos no ano que antecedeu os vestibulares, Luca conta que desde o início do ensino médio já se preparava sistematicamente para ter bons resultados. Mesmo quando ainda não tinha decidido qual carreira seguir, aos 14 anos, ganhou algumas Apostilas de uma prima e começou a estudar em casa com o material. Eu seguia os conteúdos do início ao fim, lia a teoria, escrevia resumos e  depois fazia a parte prática, com os exercícios propostos.

Marcos De Luca conquistou cinco medalhas em olimpíadas de conhecimento (Foto: Marcos De Luca/Arquivo Pessoal)
Marcos ganhou medalhas em olimpíadas
(Foto: Marcos De Luca/Arquivo Pessoal)

Ao longo da vida escolar, o estudante ainda participou de sete competições científicas e conseguiu 13 medalhas. A de ouro foi a mais recente, em 2014, quando garantiu o primeiro lugar entre alunos de todo país na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). "De certa forma, ao me preparar para esses eventos, eu me qualificava nas disciplinas que seriam mais importantes para mim", ressaltou.

Sem rede social
Foi durante uma dessas olimpíadas que Luca conheceu um amigo e parceiro de maratona de estudos. Os mais de 500 quilômetros de distância não os impediam de se ajudar. "Depois da competição de história, em Campinas (SP), no ano passado, fizemos um acordo: da hora em que acordávamos até a hora de dormir, só poderíamos nos concentrar nos estudos, nada de redes sociais ou qualquer outra coisa que nos distraísse", lembrou Luca.

O amigo de Conselheiro Lafaiete (MG), João Vitor Barbosa de Resende, de 18 anos, disse que eles eram uma espécie de fiscais um do outro. "No final do dia, revisávamos juntos os resumos dos conteúdos vistos durante a manhã e a tarde, ele me ensinava biologia e eu dava uma força em redação", disse.

A parceria pela internet, agora vai aproximá-los fisicamente, já que o amigo foi aprovado em medicina na USP de Ribeirão Preto. "Estou super orgulhoso do meu amigo e muito feliz porque o esforço valeu a pena para os dois", falou Resende.



Fonte: G1

Visa dia dos Pais

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias