IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

7 Dicas para Legendar com Eficácia Cursos de E-Learning

02/02/2015 - 11:07h

Sabemos que existem cursos estrangeiros de máxima qualidade porém totalmente ocorridos em inglês. Porém isso não deve ser impecilho para oportunizarmos esse conhecimento aos Brasileiros. Os MOOCs são exemplo disso (Coursera, etc). Também sabemos que existem empresas que devem levar certos conhecimentos a estrangeiros – empresas multinacionais como por exemplo a Embraer – que exporta jatos para o mundo todo. Como oportunizar um manual em língua estrangeira?

Adicionar legendas em seu curso eLearning pode oferecer aos alunos a oportunidade de adquirir e absorver o assunto com mais facilidade. No entanto, ele também oferece outra vantagem importante que não deve ser esquecida, que é a capacidade de chegar a mais potenciais alunos. Vou compartilhar algumas dicas para design de legendas eficaz em e-Learning, para que você possa oferecer um projeto mais completo.

Ao adicionar legendas ao seu projeto de eLearning, você tem o poder de torná-lo mais informativo e atraente para todos os seus alunos, tanto como aqueles que querem vê-lo em um dispositivo móvel como aqueles que precisam de um texto para aumentar a sua absorção de conhecimento. Adicionar legendas pode até mesmo ajudá-lo a localizar o seu curso eLearning, de modo que você pode ramificar-se para mercados internacionais. Aqui estão uma série de dicas para elaborar a legendagem do seu curso eLearning.

1. É tudo uma questão de posicionamento.

Como diz o ditado: há um lugar para tudo e tudo em seu lugar. Esta regra também se aplica a legendas de eLearning . A regra geral determina que as legendas devem ser colocadas abaixo na tela e centralizadas, de modo que os alunos possam ler junto com o texto, mas que ao mesmo tempo eles não se distraiam com o recurso. Além disso, você não deve colocar o texto demasiadamente perto da borda ou na parte inferior da tela, pois ele pode ser cortado, dependendo da resolução, tamanho da tela do expectador (conhecimento de interface neste caso é indicado)

2. Mantenha-o curto e legível.

Pode ser tentador ser criativo quando se trata da colocação de suas legendas na tela. Você pode até mesmo chegar a ter vontade de usar fontes que são elegantes e inovadoras, acreditando que a legenda vai aumentar o apelo estético total de seu curso eLearning. No entanto, ele geralmente faz exatamente o oposto.

Tente manter a sua legendatão legível quanto possível, para que os alunos possam realmente se beneficiar delas. Use uma fonte grande, de preferência um da família de fontes sans-serif, e mantenha-a em duas linhas de texto ou menos. Idealmente, você deve incluir tão pouco texto da legenda quanto possível, para evitar sobrecarregar os seus alunos. Eles só podem ler e digerir pequenos pedaços de cada vez, de modo manter isso em mente quando você estiver desenhando as legendas do seu curso. Se necessário, pode-se até 3 linhas. No entanto, se você fizer isso, tentar mantê-las na tela por um longo espaço de tempo. Regra: quanto mais linhas de legenda…mais tempo a tela deverá ficar online.

3. Adicionar rótulos para evitar confusão.

Se você está lidando com vários caracteres ou narradores, então você deve considerar a adição de rótulos para as suas legendas, a fim de ajudar os alunos diferenciá-los. Além disso, se o narrador não está na tela, como é o caso na maioria dos cursos de eLearning, então você deve colocar uma etiqueta na primeira tela de legenda, apenas para tornar as coisas claras para os seus alunos.

4. Reescritas menores podem ser necessários.

Se você está localizando seu curso eLearning e você está incluindo as legendas traduzidas, lembre-se que o texto pode ocupar mais espaço do que a versão em Português. Por exemplo, uma versão em português podem ser cerca de 20% maior do que o original em Inglês. Neste caso, você provavelmente precisará acelerar o texto, o que pode tirar a eficácia do curso eLearning, ou reescrever o texto ligeiramente, de modo que você pesa usar essa regra de proporção dos 20%.  Para isso, você pode querer recorrer à ajuda do especialista no assunto ou do designer instrucional, que pode sugerir o que absolutamente precisa  ficar e o que pode ser omitido.

5. Devagar e sempre… assim você ganha a corrida.

Quando se trata de legendar um curso online, você precisa compreender a relação entre o equilíbrio e constância do texto. Você deve ir devagar o suficiente, para que seus alunos possam realmente lê-los sem ter que se apressar, mas também deverá mantê-lo em um fluxo constante, de modo que eles não se cansem do assunto. Se você achar que você tem que se apressar  para manter-se com o texto ou visuais, então você pode querer pensar sobre o ciclo de alternância das telas mais lento, a fim de mostrar as legendas em um ritmo mais “digerível ou compreensível”.

6. Contraste é fundamental.

Use a letra branca, e coloque -a em uma cor de fundo sólido escuro, se possível. Idealmente, você deve colocar o texto em uma caixa ao invés de colocá-lo diretamente sobre o conteúdo, apenas no caso de você ter uma tela ou dois que podem combinar com a cor do texto. No entanto, há uma ressalva para isso: não faça a caixa de modo indiscreto demais que possa chama a atenção para longe do assunto. Apenas deixar uma margem estreita entre o texto e a borda da caixa, para que você obtenha o contraste sem as legendas tornando-se um obstáculo.

7. Teste antes!!

Finalmente, você vai querer testar o curso para garantir que as legendas estão funcionando em sincronia com o textos e os outros elementos, tais como a narração. Faça um ponto de parar a cada dois ou três ecrãs para ver como tudo está fluindo, e, em seguida, no final da revisão do processo de legendagem revise todo o curso eLearning pelo menos uma vez para ter certeza de que tudo combina ou está em sincroniza. Acredite: cursos de eLearning com vídeo ou visuais fora de sincronia com as legendas são um clássico de qualquer filme “trash”… Não vai querer que o seu curso seja encarado desta forma ne?

Legendagem pode ser uma ferramenta poderosa quando utilizada de forma eficaz. Mantenha estas dicas para abranger o seu curso à alunos com outro tipo de experiência. Essas dicas são fundamentais, inclusive, para as empresas de turismo que postam vídeos sobre a cultura de um local quando querem vender seus pacotes turísticos a turistas estrangeiros. Que tal um vídeo sobre a amazônia na língua alemã? Topa o desafio?

Michele Kasten


Fonte: www.abradi.org

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias