Enem Unip
Ser Universitario
 
STONE

Acabou. Com o toque da sirene chegou ao fim a 43ª WorldSkills

15/08/2015 - 15:01h

Já conheço o Brasil, o sorriso e o carisma dos brasileiros, e sei que na minha despedida amanhã, depois da premiação, vou sentir saudades.

Disse ontem Simon Bartley, presidente mundial da WorldSkills. O britânico, que já esteve outras vezes no País, elogiou a organização e a estrutura dessa 43ª edição da WorldSkills Competition. “Até os momentos finais, foi uma grande competição. Todos os participantes se sairam muito bem e, independentemente de ganhar medalha, com certeza estarão mais preparados para a vida e para o Mercado De Trabalho.”

De acordo com Simon, o comitê organizador da WorldSkills São Paulo 2015,  formado pela WorldSkills International e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), fez um tremendo evento: “Tivemos uma cerimônia de abertura maravilhosa, os competidores estão fazendo um trabalho soberbo com equipamentos de alta tecnologia. E, mesmo ainda não tendo terminado, porque falta a cerimônia de encerramento para realizar, até este momento eu daria meus parabéns aos envolvidos pelo excelente desempenho”, declarou o presidente da WorldSkills.

As áreas de provas da WorldSkills aqui em São Paulo também foram exaltadas pelo dirigente britânico. Ele contou que nunca viu um espaço tão bom que permitiu aos competidores trabalharem com conforto e com ótima sinalização: “Tudo parece estar indo otimamente bem e os participantes comentam comigo que têm tido a mesma impressão. Competidores e experts (treinadores) estão tendo a oportunidade de provar suas habilidades para eles mesmos, para seus países e para o mundo.”

O presidente mundial comentou que deseja voltar ao Brasil para uma visita turística. “Penso que ao final de tudo isso o mundo vai realmente entender muito mais sobre o Brasil. O mundo vai abrir os olhos para o desenvolvimento econômico e social do País.”


Fonte: G1

Visa dia dos Pais

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias