IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

Alunos fazem prova usando luz do telefone celular no Piauí

06/09/2014 - 14:01h

Estudantes da Escola Estadual Antônio Deromi Soares, localizada na cidade de Buriti dos Montes (a 226 km de Teresina), usaram telefones celulares para iluminar as carteiras escolares e responder às questões das provas que foram aplicadas nesta semana. A escola está sem energia e há um ano vem passando por problemas na rede elétrica, segundo a direção.

A situação foi registrada em vídeo e publicada na internet pelos estudantes.

De acordo com a diretora Jackeline Marinho, há um ano a escola passa por problemas de oscilação e falta de energia. Para não prejudicar o ano letivo, pois ocorreram dias das aulas serem suspensas devido a falta de luz, a direção liberou que os alunos usassem as luzes dos telefones celulares.

"Na segunda-feira (1º) suspendemos as aulas porque estava sem energia elétrica, mas não podemos fazer isso, pois se liberamos os alunos todos os dias que tivermos problemas na rede o ano letivo será prejudicado. Estamos com esse problema há mais de um ano e para seguir o calendário não pudíamos deixar de aplicar prova esta semana. A energia oscila e fica bem fraca, depois para e ficamos no escuro", disse Marinho.

A escola tem cerca de 150 alunos matriculados no ensino médio e as salas de aula são climatizadas. Para não sobrecarregar a rede, a diretora informou que a Seduc (Secretaria de Estado da Educação) providenciou uma subestação para reforçar o fornecimento de energia.

"Apesar do investimento da Seduc, a Eletrobras não melhorou o serviço e a gente tem medo que os splits queimem com essa oscilação de energia o tempo todo. Já perdemos eletrodomésticos e outros equipamentos por conta desse problema", afirmou a diretora.

A Eletrobras Piauí disse que investiu na melhoria do fornecimento de energia na região que abrange Buriti dos Montes e que "já fez a limpeza de faixa de servidão, instalação de banco regulador de tensão e do banco de capacitores", além de ter detectado os consumidores de alta tensão.

A empresa informou que o problema só deverá ser resolvido definitivamente em um ano "quando construirmos a linha de transmissão 69 KV que vai ligar a subestação de Altos com a subestação de Castelo [que fornece energia para Buriti dos Montes]".

A Eletrobras prometeu que em 15 dias vai iniciar o processo de licitação para a construção da linha. O prazo para conclusão da obra é de um ano.



Fonte: Uol

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias