IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

Coordenadora do Núcleo de Direitos Humanos do UNIFESO participa de eventos internacionais

07/06/2016 - 14:46h

A advogada criminalista Thaisi Bauer, coordenadora do Núcleo de Direitos Humanos de Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO) esteve recentemente no exterior para trocar experiências sobre crianças e adolescentes em situações de risco.

Nos dias 28 e 29 de abril ela participou em Buenos Aires (Argentina), de um encontro organizado pela Recovery and Integration from Child Sexual Exploitation (RISE), um projeto que se conecta com profissionais e decisores políticos que trabalham em Recuperação e Reintegração (R & R) de crianças e adolescentes afetados pela exploração sexual e outras formas de abuso, além de outras iniciativas de avanço da aprendizagem, a prática e a política de reintegração das crianças. Participaram representantes de mais vinte organizações para debater o tema “Abuso e exploração sexual”. “Cada um quis conhecer um pouco das experiências dos outros a fim de levar como prática exemplar para sua própria organização. Conseguimos trazer muitas ideias para novos projetos, até mesmo aqui para a região serrana, que recebe muitos turistas e há uma gama de violações muito grande contra a criança e o adolescente, levando em consideração que temos uma população rural em que a informação demora muito a chegar”, observou.

Já nos dias 11 e 12 de maio o encontro foi na Turquia, promovido pela Family for Every Child, organização que busca influenciar os decisores nacionais, regionais e globais para implementar mudanças positivas para as políticas e os serviços de proteção à criança, com foco específico sobre as crianças em tratamento em um ambiente familiar seguro. Segundo a professora Thaisi, neste evento foi tratada a questão da influência da família na vida das crianças que sofrem violações, tanto aquelas que estão encarceradas quanto as que passaram por situações de violência e exploração. “Tentamos trazer o fortalecimento dos vínculos familiares para que haja uma reinserção dessas crianças na sociedade. Acho que o fortalecimento desses vínculos é o caminho para reinserir o adolescente sem sequelas na sociedade. Tivemos ainda um olhar das entidades em seus diferentes setores, governamentais e não-governamentais”, contou. 

Projeto Vidas Protegidas, ou não! 

O ‘Projeto Vidas Protegidas, ou não!’, elaborado pelo Núcleo de Direitos Humanos (NDH/UNIFESO), foi aprovado e financiando por convênio com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e tem como objetivo principal o aprofundamento do entendimento e fortalecimento da capacidade técnica, operacional e teórica do Sistema de Garantia de Direitos, de Justiça e Segurança Pública acerca da identificação, encaminhamento e atendimento dos casos de exploração sexual de crianças e adolescentes na região serrana do Estado do Rio de Janeiro. O desafio principal do projeto é a melhoria dos quadros profissionais do sistema público de atendimento a crianças e adolescentes vítimas de exploração sexual em dezesseis municípios da região serrana. “Tentamos identificar qual tipo de trabalho está sendo desenvolvido em cada município e tentar contribuir para que se comuniquem e se articulem para funcionar melhor”, explicou a coordenadora.

 

Foto Turquia - Ministério da Família e Políticas Públicas Turquia

Thaisi Bauer, coordenadora do Núcleo de Direitos Humanos do UNIFESO, em viagem ao exterior para troca de experiências sobre crianças e adolescentes em situações de risco


Fonte: Unifeso

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias