IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

Em carta, Rubem Alves pediu para ter cinzas jogadas em ipê, revela filha

20/07/2014 - 03:01h

Emocionada, Raquel Alves abraça amiga no velório do pai, Rubem Alves (Foto: Marcello Carvalho / G1)
Emocionada, Raquel Alves (à dir.) abraça amiga 
no velório do pai (Foto: Marcello Carvalho / G1)

Há três anos, Rubem Alves entregou uma carta de 10 páginas aos filhos para descrever como gostaria que fosse a cerimônia de morte dele, revelou Raquel Alves, filha do escritor que faleceu neste sábado em Campinas (SP). No texto, ele pediu para ser cremado e ter as cinzas jogadas embaixo de um ipê amarelo enquanto são lidos textos de seus poetas preferidos, como Cecília Meireles e Fernando Pessoa.

Segundo Raquel, a carta do pai ficou guardada com o melhor amigo dele, o Professor de antropologia aposentado da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Carlos Brandão, e o conteúdo só foi lido neste sábado. "A pessoa que eu conheço é bem diferente da que todo mundo conhece, mas uma coisa em comum é a sensibilidade que ele tinha", disse a filha.

'Vou fazer a vontade dele'
Amigo de Alves por mais de 40 anos, Brandão carrega enquanto espera à chegada do corpo do amigo ao velório, que será realizado na Câmara de Vereadores de Campinas. "Vou fazer a vontade dele, vamos estar apenas entre amigos e familia embaixo desse ipê e vamos ler todos esses poemas que ele pediu".

Eles lecionaram juntos na Unicamp, de acordo com o professor aposentado. "Eu comprei um sitio em Caldas-MG, e ele comprou também e lá tivemos momentos muito bons juntos. O legado que ele deixa é da extrema sensibilidade com que ele tratava todas as coisas da vida. Ele tinha uma alma muito grande", afirmou o amigo.

Morte
O escritor e educador, de 80 anos, faleceu no fim da manhã deste sábado, no Hospital Centro Médico de Camopinas. Ele estava internado desde 10 de julho em uma Unidade de Terapia Intensiva e teve falência múltipla de órgãos.

Alves era uma das referências do país em temas relacionados à educação. Além de educador e escritor, atuou como cronista, pedagogo, poeta, filósofo, contador de histórias, ensaísta, teólogo, acadêmico, autor de livros infantis e até psicanalista, de acordo com sua página oficial na internet.

Rubem Alves (Foto: Instituto Rubem Alves)
Rubem Alves morreu em Campinas neste sábado (Foto: Instituto Rubem Alves)



Fonte: G1

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias