IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

FGV oferece bolsas para os cursos de graduação

20/08/2015 - 10:46h

Untitled Document

Rio de Janeiro e São Paulo, julho de 2015 -  As escolas da Fundação Getulio Vargas oferecem bolsas de estudo aos alunos de graduação, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Há três tipos bolsas, concedidas aos candidatos com melhor classificação no vestibular, a alunos com alto coeficiente de rendimento e àqueles com dificuldade econômica comprovada. A manutenção da bolsa de estudo está atrelada ao bom desempenho acadêmico, conforme as regras de cada uma das Escolas da FGV. Há, ainda, uma modalidade de financiamento sem juros, por meio do Fundo de Bolsas, que permite aos alunos iniciar o pagamento do valor financiado após a formatura.

A concessão de bolsas de estudo para os Cursos De Graduação obedece aos seguintes critérios:

  • Administração (RJ) – são oferecidas bolsas por mérito para os 10 primeiros colocados na classificação geral do Vestibular da Escola. Os alunos classificados do 1º ao 5º lugar ganharão bolsas de 100% e os colocados do 6º ao 10º lugar terão direito a bolsas de 50%. Há, também, bolsas para alunos que cursaram todo o Ensino Médio em rede pública. Semestralmente, há ainda concessão de bolsas, integrais ou parciais, para os alunos com os melhores desempenhos acadêmicos.
  • Administração de Empresas (SP) – são oferecidas bolsas por mérito para os 10 primeiros colocados no exame do vestibular da Escola, conforme o seguinte critério: 1º e 2º lugares – 100%; 3º e 4º lugares – 90%; 5º e 6º lugares – 80%; 7º e 8º lugares – 70%; 9º e 10º lugares – 60%. Também serão concedidas até quatro bolsas integrais para alunos que comprovarem dificuldade econômica.
  • Administração Pública (SP) – são oferecidas bolsas de 100% para os cinco primeiros colocados no vestibular da Escola. Também são oferecidas, no mínimo, cinco bolsas integrais para alunos com dificuldade econômica comprovada.
  • Ciências Sociais e História (RJ) – são oferecidas bolsas por mérito para os quatro primeiros colocados na classificação do ENEM, conforme o seguinte critério: 1º e 2º lugar – 100%, 3º e 4º lugar – 90%. Também são oferecidas bolsas por mérito para os oito primeiros classificados no exame do vestibular da Escola, conforme o critério a seguir: 1º e 2º lugar – 100%, 3º e 4º lugar – 90%, 5º e 6º lugar – 80%, 7º e 8º lugar – 70%. A Escola também concede bolsas de 70% do valor da mensalidade a alunos com coeficiente de rendimento igual ou acima de 9.
  • Direito (RJ) – bolsa de 100%, por mérito, para os cinco primeiros colocados na classificação do Enem e para os dez primeiros colocados na classificação geral do vestibular da Escola.
  • Direito (SP) – são oferecidas até 10 bolsas de 100% e de 50% para alunos com dificuldade econômica comprovada, de acordo com a trajetória pessoal e acadêmica. As bolsas por mérito são concedidas da seguinte forma: durante o primeiro ano de curso, para os três primeiros colocados no vestibular da Escola (100% para o primeiro, 70% para o segundo e 30% para o terceiro colocado). Nos segundo, terceiro e quarto anos do curso são oferecidas bolsas de 100%, 70% e 30%, respectivamente, aos alunos com primeira, segunda e terceira maiores médias gerais no ano letivo anterior. Para o quinto ano, são garantidas três bolsas nos mesmos percentuais para os três primeiros colocados em concurso de monografias entre os alunos do quarto ano.
  • Economia (RJ) – bolsa de 100% para os 15 primeiros colocados na classificação geral do curso, escolhidos no exame do vestibular da Escola. Bolsa de 100% para os cinco primeiros colocados na classificação do ENEM, com média das notas das provas objetivas e da redação igual ou superior a 800. Há ainda bolsas parciais, concedidas ao longo do curso, de acordo com o coeficiente de rendimento e bolsas com requerimento específico de acordo com as condições socioeconômicas do aluno.
  • Economia (SP) – são oferecidas até cinco bolsas de 100%, por mérito, para os cinco primeiros colocados no exame vestibular da Escola, e até cinco bolsas por mérito, do 6° ao 10° colocados, cujo percentual de isenção da mensalidade será definido, em cada caso, pela Escola.
  • Matemática Aplicada (RJ) – bolsa de 100% para os oito primeiros colocados no vestibular da Escola. Também são oferecidas duas bolsas de 100% para os dois primeiros colocados no Enem. Há ainda bolsas integrais para alunos com medalha de ouro em Olimpíadas Nacionais de Matemática e parciais para outros que tiverem bom desempenho.

Fundo de Bolsas FGV

Fundado em 1965, o Fundo de Bolsas da FGV busca garantir os estudos a alunos de graduação que não têm condições financeiras. O financiamento pode ser de 20% até 100% do valor da mensalidade e o aluno passa a pagar depois de um ano do prazo previsto para a conclusão da sua graduação. Não há cobrança de taxa de juros e os valores das mensalidades são corrigidos apenas pelo IGP-M.

O Fundo de Bolsas é mantido por meio de doações de empresas, pessoas físicas, ex-alunos e com o reembolso dos ex-bolsistas. As solicitações são analisadas por uma comissão de Professores.

Mais informações sobre a oferta de bolsas estão disponíveis no manual do candidato, no site do vestibular (www.fgv.br/vestibular), onde pode ser feita a inscrição.

No Rio de Janeiro, as inscrições para ingresso via vestibular podem ser realizadas até o dia 28 de setembro e as provas acontecerão no dia 18 de outubro; em São Paulo, os interessados podem se inscrever até 14 de outubro e as provas acontecem entre 1º de novembro e 13 de dezembro, de acordo com o calendário de cada Escola. Os locais de realização das provas serão divulgados no site do vestibular. Os interessados têm até as 18h do dia 14 de agosto para aproveitar as condições especiais na taxa de inscrição, pagando 50% (R$ 75). Após esse horário, será cobrado o valor integral (R$ 150). Os alunos da rede pública do Rio de Janeiro têm até o dia 21 de setembro para solicitar a isenção da taxa de inscrição, mediante comprovação por documentos. Em São Paulo, a documentação poderá ser entregue até o dia 9 de outubro.

Vagas oferecidas

  • Rio de Janeiro – 60 em Administração (20 para o ENEM); 50 em Ciências Econômicas (10 para o ENEM); 30 em Matemática Aplicada (6 para o ENEM); 50 em Ciências Sociais (10 para o ENEM); 50 em História (10 para o ENEM) e 50 em Direito (10 para o ENEM).
  • São Paulo – 200 em Administração de Empresas (15 para o ENEM e 5 para estrangeiros); 50 em Administração Pública (5 para o ENEM e 5 para estrangeiros); 60 em Ciências Econômicas e 60 em Direito.

Calendário das provas do vestibular

  • Todos os cursos do Rio de Janeiro

18 de outubro de 2015

  • Administração de Empresas e Administração Pública (EAESP - São Paulo)

6 de dezembro de 2015

  • Economia (EESP  São Paulo)

1ª fase – 22 de novembro de 2015

2ª fase – 13 de dezembro de 2015

  • Direito (Direito SP  São Paulo)

1ª fase – 1 e 2 de novembro de 2015

2ª fase – 7 a 11 de dezembro de 2015 (exame oral)

Mais informações: 0800 770 0423 ou vestibulares@fgv.br


Fonte: Insight Comunicação

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias