IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

Jovem fotografa escolas e vira tema de documentário do governo estadual

26/02/2015 - 08:01h

Detalhes da pintura nas paredes da sala de aula chamam atenção (Foto: Arquivo Pessoal/ Gustavo de Moraes)
Detalhes da pintura na sala de aula chamam atenção (Foto: Arquivo Pessoal/ Gustavo de Moraes)

O trabalho de fotografia realizado pelo estudante Gustavo de Moraes, de 16 anos, vai virar um documentário produzido pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Mesmo tão novo, o aspirante a fotógrafo mostrou talento ao retratar os cartões-postais de Itapetininga (SP): três instituições de ensino estaduais instaladas em prédios históricos da cidade. As imagens das escolas Peixoto Gomide, Adherbal de Paula Ferreira e Coronel Fernando Prestes demoraram seis meses para ficar prontas. Confira a galeria de fotos.

Por meio das lentes de uma câmera fotográfica profissional tipo DSRL (que em uma tradução livre do Inglês seria câmera digital de reflexo por uma lente), o estudante conseguiu ilustrar os detalhes arquitetônicos dos prédios, a imponência das salas e do anfiteatro da escola centenária Peixoto Gomide, além da preservação de antigas portas e janelas de madeira maciça. Fotos que impressionam pela composição de cores e iluminação, afirma a professora Fernanda Moraes Brizola. Fui surpreendida pela qualidade. Eu vi não só uma fotografia, mas um cenário, um contexto, parecendo que tinha vida. Então vi que era artístico, ressalta.

Vi não só uma fotografia, mas um cenário, um contexto, parecendo que tinha vida. Então vi que era artístico"

Fernanda Brizola, professora de Gustavo

Gustavo, que estuda na Escola Adherbal de Paula Ferreira, conta que a ideia surgiu devido à admiração pelo trabalho do arquiteto Ramos de Azevedo, que projetou prédios ainda no século 19. Ramos de Azevedo ainda idealizou obras como o Mercado e o Teatro Municipal de São Paulo e a Estação da Pinacoteca em São Paulo.

O interesse em ter esse acervo fotográfico das três escolas surgiu a partir do momento que li um livro arquitetônico e a partir deste livro, que tinha fotografias das três escolas na década de 90, surgiu o interesse em fotografar o conjunto todo, comenta Gustavo.

O projeto soma de um lado a preservação dos prédios que fazem parte da história de Itapetininga, conhecida como a terra das escolas. De outro, o talento de um jovem que percebe pelo olhar curioso a importância em resgatar a cultura de uma cidade. Imaginaria que haveria só uma matéria no site da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, mas inclusive houve o documentário, que ainda está sendo produzido. Foi uma proporção muito maior que imaginava, finaliza o estudante.

Orgulho da família
A paixão de Gustavo pela fotografia começou quando ainda ele era criança. Há três anos começou a trabalhar com edição de imagem. Com as economias comprou máquina fotográfica e acessórios. Depois não parou mais. Nesse período calcula que já tirou aproximadamente 60 mil fotos. É fotojornalismo, fotografia de arquitetura, fotografia do cotidiano. Foto de tudo, conta.

Fotografo valorizou luz solar no interior das escolas (Foto: Arquivo Pessoal/ Gustavo de Moraes)
Fotografo valorizou luz solar no interior das escolas
(Foto: Arquivo Pessoal/ Gustavo de Moraes)

Os pais estão orgulhosos, pois dizem que o adolescente sempre gostou da arte. Quando era criança, pedia a máquina para tirar fotos da família e sempre mostrou sensibilidade em qualquer imagem. Eles afirmam que o adolescente é perfeccionista com o trabalho que faz. Apoio não falta, conta o pai Josué Augusto. É muito orgulho com certeza.

Além dos pais e da professora, a realização do projeto é um orgulho também para a diretora da Adherbal de Paula Ferreira, Andréa de Cássai da Silva Imero. Para nós é um tamanho privilégio ter um aluno como o Gustavo. Estamos todos felizes, diz.

O representante da Diretoria de Ensino de Itapetininga, Arlindo Augusto Mellão, conta também que todos os profissionais se surpreenderam com a habilidade do estudante. Espero que esse trabalho, o projeto, sirva de estimulo para outros.

Estudante fotografou órgão em anfiteatro da escola Peixoto Gomide (Foto: Arquivo Pessoal/ Gustavo de Moraes)
Estudante fotografou órgão em anfiteatro da escola (Foto: Arquivo Pessoal/ Gustavo de Moraes)



Fonte: G1

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias