IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

O que fazer depois do Ensino Médio? Veja quais são os caminhos possíveis!

27/11/2013 - 14:00h

Depois do Ensino Médio

Com o fim do Ensino Médio, os caminhos para o adolescente são mais variados do que se imagina. Veja quais opções existem além da Faculdade

Foto: Nem sempre entrar direto na faculdade é a melhor opção - veja como orientar seu filho nesse momento de importantes escolhas

Nem sempre entrar direto na faculdade é a melhor opção - veja como orientar seu filho nesse momento de importantes escolhas

O que fazer no primeiro ano depois do fim do Ensino Médio? Parece que a trajetória já está traçada: o jovem termina o Ensino Médio, presta o vestibular, ingressa na universidade, procura um Estágio e pronto - foi dada a largada para a sua vida profissional. Mas esse passo a passo aparentemente óbvio nem sempre é o ideal. É preciso avaliar caso a caso: pode ser que o adolescente se beneficie de um intervalo entre a escola e o curso superior ou, dependendo da situação familiar, que a entrada para o Mercado De Trabalho seja a melhor opção no momento.

O importante, porém, é que esse rito de passagem não passe em branco - mesmo que não mude de cidade para estudar ou estreie a carteira profissional, o jovem deve ganhar mais deveres. A maioridade, afinal, traz responsabilidades. "Muitos pais costumam proteger os adolescentes da parte chata da vida, por isso eles acabam ficando infantilizados", observa Claudia Vidal Affonso, psicóloga e psicanalista de São Paulo. "E faz parte da adolescência só querer a parte boa: a liberdade trazida pela idade, mas não as obrigações", completa.

E quais seriam essas obrigações? Usar o carro para fazer um favor para os pais e não só para passear com os amigos é um exemplo. Ajudar na arrumação da casa é outro. Mas, certamente, o maior de todos - e mais assustador - não dá para driblar: a escolha da profissão.

 Bem, não dá para driblar, mas é possível (e muitas vezes recomendável) esperar um pouco para que essa decisão seja bem tomada. Um ano de intervalo entre o Ensino Médio e a faculdade não é nenhuma tragédia, longe disso - pode ser o tempo necessário de que o adolescente precisa para amadurecer um pouquinho mais e encarar o curso superior com mais seriedade. Dependendo do perfil e do grau de maturidade do seu filho, veja opções do que ele pode fazer de diferente no temido "ano seguinte".

Cynthia Costa

Siga o Ser Universitário!
Integre-se            ao nosso perfil no facebookFacebook
Nos            siga no TwitterTwitter
Participe de nossa comunidade/perfil no LinkedinLinkedin


Fonte: Educar para crescer

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias