Enem Unip
Ser Universitario
 
STONE

Pai viaja mais de 4 mil km para apoiar filho no vestibular da UFRGS

06/01/2015 - 10:01h

Pai viajou do Acre ao Rio Grande do Sul para acompanhar filho que presta vestibular na UFRGS (Foto: Estêvão Pires/G1)
Pai viajou do Acre ao Rio Grande do Sul para acompanhar filho que presta Vestibular (Foto: Estêvão Pires/G1)

No terceiro dia de provas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o clima é de ansiedade entre familiares que aguardam a saída dos vestibulandos nos locais de provas. Nesta terça-feira (6), em frente ao Colégio Rosário, um Professor vindo de Rio Branco, no Acre, a 4,5 mil km da capital gaúcha, contava os minutos para saber como transcorreram as provas de geografia, química e biologia para o filho caçula, de 16 anos.

Natural do Rio Grande do Sul, mas com residência fixada no Acre há mais de 30 anos, Dione Salla, 63 anos, disse que a experiência com vestibulares de outros três filhos lhe ajudou a dar assistência na medida certa a Ícaro, o mais novo. "Com esta bagagem, dá para dar uma boa referência a ele sobre como ir tranquilo para as provas. Mas o principal é estudar constantemente", disse o professor ao G1. O garoto tenta uma das vagas no acirrado vestibular para o curso de medicina.

As raízes no estado foi um aspecto importante para Ícaro ver na UFRGS uma das opções de estudo. "Estamos percorrendo o Brasil para fazer vestibulares. E sigo acompanhando ele.  O Ícaro já fez também no Ita, Unesp e PUCRS", detalhou Salla.

Vindos de Lajeado, Região do Vale do Taquari, o casal Ilmo Kuffel, 68 anos, e Regina Kuffel, de 47, foi preparado para mais um dia de provas para o filho Fernando, de 17 anos. Com cadeiras de praia, água mineral, e revistas, os dois se posicionaram sob a sombra de árvores a espera do jovem vestibulando no Colégio Rosário.

"Trouxemos ele e vamos seguir aqui apoiando.  Ele já passou na PUCRS e na Univates, em Lajeado, mas ainda quer tentar uma vaga na federal. Amanhã vamos estar juntos de novo. Temos que acompanhar, ele é nosso bebê", brincou a mãe do vestibulando.

Nesta terça-feira (6), os candidatos respondem às provas de biologia, química e geografia. Os vestibulandos têm 90 minutos para resolver cada uma das provas, com 25 questões.

Na capital são 53 escolas e 35.339 inscritos. Em Imbé e Tramandaí, no Litoral Norte, seis locais de prova e 1.657 candidatos. Já em Bento Gonçalves, na Serra, outras seis escolas e 2.853 pessoas inscritas. No total, são 65 locais que recebem o vestibular da UFRGS para 39.849 estudantes.

Entre os 90 cursos, o mais concorrido é medicina, com cerca de 78,78 pessoas por vaga. Em segundo lugar, aparece a graduação em psicologia no período noturno, com densidade de 29,90. Depois, está na lista o de psicologia diurno, com 28,29. Fisioterapia é o quarto mais procurado, com 22,67 candidatos por vaga. Jornalismo é o quinto curso, com 20,09. Em comparação com o ano passado, houve uma redução de 2.196 inscrições.



Fonte: G1

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias