IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

UFPR informa que pagamento aos estudantes-bolsistas não foi efetuado

09/09/2015 - 17:01h

A reitoria da Universidade Federal do Paraná (UFPR) informou que até esta quarta-feira (9) faria o pagamento das bolsas dos estudantes da instituição, porém, ele não foi efetuado. O prédio da reitoria da instituição, no Centro de Curitiba, foi ocupados por alunos no dia 31 de agosto. O atraso na liberação de dinheiro foi um dos motivos para a invasão.

A UFPR ainda anunciou que vai deixar de honrar outros pagamentos que também deveriam ser feitos nesta quarta: "Nós deveríamos ter iniciado a rotina de pagamentos para o dia quinto dia útil lá no dia 3 de setembro [quinta-feira] para bolsistas, para fornecedores em geral dos nossos serviços e prestadores de serviços, de limpeza, de vigilância, de segurança, manutenção. Lamentavelmente, isso não pode ser realizado. Portanto, eles não receberão no dia 9, que é hoje", disse o reitor em exercício da instituição, Rogério Mulinari.

Mulinari explicou que, no prédio da reitoria, são feitos os pagamentos.

"Esse edifício que chamamos de reitoria, aqui na [Rua] XV de Novembro, reúne a sala dos conselhos superiores da universidade, a procuradoria federal especializada na universidade, a comissão de pessoal Docente que trabalha com as progressões dos professores, o gabinete do reitor, a assessoria de relações internacionais e também a Pró-Reitoria de Planejamento, Orçamento e Finanças que realiza todo o processamento administrativo do pagamento e também realiza as operações desejadas para fazer um pagamento".

Ainda não há previsão para que os pagamentos sejam efetuados, segundo o reitor. Ele afirmou que a universidade está em "contato contínuo" com alguns dos estudantes que invadiram a reitoria. Mulinari também disse que, na sexta-feira (4), a UFPR notificou extrajudicialmente os invasores.

Ocupação
Os alunos são contra os cortes de recursos nas instituições de ensino. Entre as exigências dos estudantes estão o pagamento de bolsas em atraso, a manutenção das bolsas-monitorias e o congelamento do valor cobrado no restaurante universitário (RU), em R$ 1,30. Segundo os estudantes, esses problemas são reflexos de vários cortes de recursos, anunciados recentemente pelo governo federal.

Estudantes ocuparam a reitoria da UFPR, em Curitiba (Foto: Giuliano Gomes/PR PRESS)
Estudantes ocuparam a reitoria da UFPR, em Curitiba (Foto: Giuliano Gomes/PR PRESS)

Fonte: G1

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias