IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

UFSCar é a 10ª melhor universidade brasileira e a 18ª na América Latina

05/06/2014 - 16:01h

Campus da UFSCar, em São Carlos (Foto: Fabio Rodrigues/G1)
Campus da UFSCar, em São Carlos (SP)
(Foto: Fabio Rodrigues/G1)

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) obteve a 18ª colocação no ranking da Quacquarelli Symonds (QS) de 2014 entre 300 Universidades da América Latina. A instituição obteve 82 pontos na avaliação geral, 10 a mais em relação a 2013. Com isso, a universidade subiu 11 posições e é a 10ª melhor instituição brasileira.

Dentre os critérios utilizados, o destaque da UFSCar é a quantidade média de publicações por docente, que a posicionou como oitava instituição avaliada, com pontuação de 99,8 dos 100 pontos possíveis. Outro critério de avaliação é o percentual de Docentes com doutorado na universidade,que se posiciona como a 11ª da América Latina, atingindo a pontuação máxima prevista pela QS

A QS é uma organização do Reino Unido que avalia o desempenho de instituições de ensino Médio e Superior. O ranking da América Latina é feito desde 2011, com base em sete critérios que abrangem o número e o impacto de publicações, a qualificação do corpo Docente e a imagem das instituições junto a estudantes e empregadores.

Dentre as 100 melhores universidades listadas no ranking, o Brasil se destaca com 25 instituições, seguido pela Argentina (19), Chile (15), México (15) e Colômbia (11). O ranking completo pode ser conferido no site da QS.

Greve
Apesar da classificação da universidade no ranking, os funcionários estão insatisfeitos. A greve  na UFSCar já dura 69 dias. Segundo a assessoria do Sindicato dos Trabalhadores Técnico Administrativos da UFSCar (SintUFSCar), na última terça-feira (27), ocorre um manifesto organizado pelos alunos em frente à pró-reitoria de assuntos comunitários.

Os alunos estão sendo afetados com a paralisação da biblioteca, refeitórios, entrega de diplomas e assuntos ligados à assistência de bolsas e moradias. Somente a contabilidade funciona duas vezes por semana, para pagamento de Professores.

Entre as reivindicações, estão plano de carreira e reajuste salarial de 15%. A Reitoria suspendeu a mesa de negociação. Uma assembleia está marcada para esta quinta-feira (29) a partir das 9h30, no saguão da Reitoria.



Fonte: G1

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias