IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

Universitário do Ceará sofre com racismo e ameaças de morte

07/05/2014 - 19:01h

O estudante de história Pedro Victor Araújo dos Santos vem sofrendo ameaças de morte há cerca de dois meses dentro da Urca (Universidade Regional do Cariri), localizada no Crato, a 507 km de Fortaleza.

"Anêmico desgraçado. Morre seu negro", dizia a frase escrita dentro do banheiro da universidade estadual e encontrada por ele no dia 13 de março. O estudante, que tem anemia falciforme, teve convulsões e foi socorrido por colegas de sala após ler a ameaça.

Já no dia 1º de maio, uma folha de sulfite foi colocada em seu caderno. Nela havia um texto escrito no computador com os seguintes dizeres: "Seu desgraçado, se prepare que dessa vez vai acontecer coisa pior. Se prepare para morrer. Seu negro de merda. E dessa vez vc (sic) vai ter o que merece porque nada lhe aconteceu ainda. Mas lhe digo, se prepare para MORRER.

Santos voltou a entrar em convulsão e não foi à aula extra que aconteceria no feriado do Dia do Trabalho. "

Reprodução


Pedro recebeu uma ameaça de morte anônima deixada em seu caderno

Segundo o Grupo Pretas Simoa - Mulheres Pretas do Cariri, o estudante está amedrontado com o ocorrido e a família dele cogita que ele abandone o curso. O grupo realizou um protesto na universidade contra o crime de racismo e cobrou ações da instituição para combater o crime.

Assumir o racismo

"Pedimos a mobilização dos estudantes da Urca e de todas as pessoas de nossa região para cobrar atitudes e apuração dos fatos, além de apoio à vítima", informaram os ativistas do Pretas Simoa. "Esta universidade precisa assumir o racismo operante em seu interior para poder combatê-lo", completaram.

A universidade informou que está tomando uma série de medidas para combater o racismo. Dentre as ações estava o Dia Institucional de Combate ao Preconceito, que foi realizado na última terça-feira (6).

A Urca afirmou ainda que foi criada uma comissão de sindicância para investigar a autoria das ameaças, deflagrou uma campanha contra o preconceito racial e ainda estabeleceu uma Comissão de Direitos Humanos.



Fonte: Uol

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias